Como acabar com a sinusite


p1

A atenção com a chegada das estações mais frias deve ser redobrada para manter a saúde perfeita, pois alguns fatores criam um ambiente propício para que as doenças respiratórias se manifestem, como por exemplo a gripe e o resfriado. O ar se torna mais seco propiciando a aspiração de poluentes como poeiras, pelos e tudo que possa desencadear uma alergia.

2 F550x45046 Como acabar com a sinusitemcfarlandmo/Flickr

A sinusite é uma inflamação dos seios nasais, provocada por uma quantidade de muco comuns nos processos alérgicos, gripes, resfriados e muitas outras doenças que acometem o sistema respiratório. Esses espaços faciais que se localizam na testa, osso nasal, olhos e bochechas em uma situação de gripe ou alergia podem se encher de muco e formar um ambiente ideal para proliferação de bactéria, vírus ou fungo, culminando com a sinusite.

Sintomas da sinusite

Alguns sintomas dever ser observados para que a sinusite seja tratada precocemente.

  • Congestão nasal;
  • Dores na face, testa, olhos, nariz e cabeça;
  • Febre, que pode ocorrer em um estágio mais avançado da doença;
  • Secreção nasal espessa e purulenta;
  • Diminuição do paladar e olfato;
  • Mau hálito;
  • Dor na arcada dentária superior;
  • Entupimento dos ouvidos e tosse noturna.

Tipos de sinusite

  • Aguda: podem durar até 4 semanas;
  • Subaguda: dura de 4 a 12 meses;
  • Crônica: acima de 12 meses já podem ser consideradas crônicas;
  • Recorrente: quando os episódios da doença ocorrem 4 ou mais vezes por ano.

4 F550x45044 Como acabar com a sinusiteheatherbroster/Flickr

Diagnóstico

O diagnóstico será dado por algumas perguntas feitas ao paciente e exames feitos pelo médico. O profissional vai procurar sinais de pólipos no nariz e com ajuda de luz vai tentar encontrar algum foco de inflamação. Vai apalpar o rosto para diagnosticar alguma provável dor.

Poderá também contar, para uma anamnese mais completa, com a ajuda de exames de raios x dos seios faciais, como também de tomografia que ajuda a avaliar a anatomia e até de ressonância magnética para investigação de um provável tumor ou mesmo uma infecção fúngica.

Como exames complementares o médico poderá pedir: exames sanguíneos que comprovem uma baixa função imune, teste de alergia, citologia nasal, dentre outros.

Como tratar e acabar com a sinusite

Algumas medidas simples geralmente são indicadas para o tratamento da sinusite, que melhora após o início do tratamento, em torno de 7 a 10 dias.

A indicação para os primeiros cuidados é a lavagem da cavidade nasal com soro fisiológico e a indicação médica de alguns corticóides, que auxiliam muito, principalmente quando a causa é alérgica.

Em muitos casos são usados descongestionantes, porém por apenas três dias. A nebulização também é importante e indicada para diluir o muco.

O uso de antibiótico só é indicado quando há evidências de que a sinusite é bacteriana.

Em último caso, uma cirurgia chamada sinusplastia pode ser indicada para acabar com a sinusite. Consiste em uma nova técnica cirúrgica, que é recomendada para crianças e idosos e tem obtido bons resultados. A técnica melhora a qualidade de vida dos casos crônicos.

3 F550x45045 Como acabar com a sinusiteosseous/Flickr

Dicas para combater a sinusite

  • Inale vapor: o ressecamento é o um fator que contribui para a piora ou surgimento da doença e favorece o acúmulo de impurezas, a nebulização promove a limpeza das vias aéreas;
  • Evite o cigarro: a fumaça favorece o acumulo de secreções além de irritar as mucosas nasais;
  • Beba muita água: a ingestão de água lubrifica o organismo e fluidifica todas as secreções, que desta forma são mais facilmente removidas;
  • Lavagem nasal: deve ser feita para prevenir e evitar o acúmulo de secreções do nariz e dessa forma facilitar a drenagem. A melhor maneira é usar a versão spray de soro fisiológico;
  • Elimine alérgenos: qualquer coisa que provoque crises de alergia deve ser retirada do ambiente, como pelo e poeira;
  • Evite o ar-condicionado: o aparelho possui três características que favorecem a sinusite: o ambiente seco e frio e o acúmulo de poeira.

A sinusite é uma doença tratável e, em alguns casos, se forem seguidos os devidos cuidados e prevenção o problema é totalmente revertido. Porém nos casos em que a doença se apresenta com mais gravidade e os sintomas são mais severos, a reversão é bem mais difícil, mas nem por isso o tratamento é ineficaz, pelo contrário, os benefícios são expressivos e é possível obter uma sensível melhora nas crises e na qualidade de vida.

Boa sorte!

(Imagem destaque: William Brawley/Flickr)