Como agir em casos de urgência


3479073957_d132caed7e-F550x450

Todos os dias milhares de acidentes e situações de emergência acontecem, seja em nossas casas, em nosso ambiente de trabalho, e até mesmo em passeios ou momentos de lazer, como em acampamentos e viagens. Fato é que tais situações nunca são esperadas por ninguém, e a falta de preparo e informação, na grande maioria dos casos, só faz com que ao tentarmos ajudar, terminamos por complicar ainda mais a situação. E você? Será que está preparado para agir de maneira correta diante dessas situações? Leia o artigo até o final, onde iremos discorrer sobre as 5 situações de emergência que ocorrem frequentemente em nossas casas e no dia a dia.

4497583228 355721bc27 b F550x4501 Como agir em casos de urgência

Via creativecommons

Casos mais comuns.

São muitas a situações que podem ser classificadas como emergência, porém, vamos tratar das que são mais comumente vivenciadas. Gostaria de deixar algo claro, porém, antes de iniciar a abordagem destas situações. Os procedimentos aqui descritos só devem ser realizados por leigos caso não exista ninguém capacitado para realizá-los no momento e no local onde ocorreu o acidente.

1.  Afogamentos – Em casos de afogamentos os sintomas mais comuns são inconsciência da vítima, ausência de respiração e parada cardíaca. O que podemos fazer nessas situações até que chegue ao local alguém capacitado é:

  • Aplicar respiração boca a boca em casos onde for constatado que a vítima não respira.
  • Massagem cardíaca, desde que a esteja capacitado para isso, do contrário poderá lesar gravemente a pessoa.
  • Evitar ao máximo mover o pescoço ou as costas da vítima.

2.  Choque elétrico – O choque elétrico poderá causar inconsciência total ou parcial, deixando a pessoa desorientada no caso da última, palidez ou pele azulada com apresentação de viscosidade da mesma e/ou manchas. Os procedimentos nesses casos são:

  • Desligue imediatamente a fonte de corrente elétrica usando um pedaço de madeira ou tecido, certificando-se de que ambos estejam completamente secos, pois caso contrário você será a próxima vítima.
  • Aplique respiração artificial.

3.  Contusões e cortes na pele e/ou músculos – Em geral uma vítima que sofre uma lesão desse tipo sente muita dor e, na maioria dos casos, há ocorrência de sangramento. O local do ferimento poderá ainda apresentar vermelhidões e inchaço imediato. A forma mais adequada de agir nestas situações é:

  • Elevar, quando possível, a extremidade do membro afetado pelo corte.
  • Limpar cuidadosamente usando água e sabão na falta de soro fisiológico.
  • Tentar estancar o sangue fazendo leve pressão no local do ferimento quando for o caso.
  • Nunca coloque nenhum produto como pó de café, sal e outros. Isso, além de não causar o estancamento, ainda poderá contaminar e até aumentar o sofrimento da vítima.
  • Em locais que tenham ocorrido somente contusões sem cortes. Aplique gelo usando um saco ou sacola plástica limpa, como bolsas, ou use compressas frias. Nunca use água quente, pois isso, ao invés de aliviar e diminuir o inchaço, que é o objetivo nestas situações, irá causar exatamente o contrário, aumentando o sofrimento da vítima.

4.  Queimaduras – Um dos acidentes que ocorrem com mais frequência, sendo um dos mais comuns e também mais perigosos, principalmente entre as a crianças, são as queimaduras, que poderão apresentar. de forma geral, vermelhidão do local afetado, formação de bolhas em caso de queimaduras leves, destruição parcial ou total do tecido em casos de queimaduras graves. Em todos os casos a dor constante é fator determinante. Você poderá amenizar as dores e atender até a chegada de socorro adequado a vítima da seguinte forma:

  • Usando aplicação de gelo em casos de queimaduras leves.
  • Aplicação de água fria. mas não gelada. para o caso de queimaduras graves.
  • Lavar o local afetado com água fria e sabão. quando possível. e aplicar um curativo esterilizado.
  • Não use nenhum tipo de pomada nos curativos.
  • Não remova. em hipótese alguma, o tecido “pele” que estiver colado ao ferimento.
  • Procure um médico assim que possível, para que este execute o tratamento adequado à cada situação.

5.  Mordida de cães – A maioria das famílias tem animais de estimação em casa e o cão é o de mais contato entre eles, porém, podem haver ataques do mesmo à outras pessoas estranhas ou, em alguns caso,s ao próprio dono ou membro da família. Em geral, uma pessoa atacada por um cão apresenta perfuração ou mesmo dilaceração da pele e/ou músculos, mostrando as marcas da presas do animal bem como dos dentes. A melhor maneira de se agir nesta situação é:

  • Lavar o ferimento com água em abundância usando o auxílio de sabão quando necessário,.
  • Cobrir, após a limpeza, o local afetado pelo ferimento usando gaze esterilizada.
  • Encaminhe a vítima imediatamente, após estes procedimentos, para um hospital ou posto de saúde mais próximo, para avaliação médica.
  • Leve o cão, quando possível, cuidando para que ninguém mais seja atacado, para uma avaliação do profissional que irá atender a vítima.

Dicas importantíssimas.

  1. Mantenha sempre a mão um kit de primeiros socorros básico, que deve conter pelo menos esparadrapo, gaze, mertiolate, iodo, álcool em gel, algodão e cotonetes.
  2. Coloque protetores de tomadas nas tomadas mais baixas de sua residência, para evitar que crianças enfiem objetos.
  3. Use sempre álcool em gel, pois este oferece menos risco de acidentes para as crianças, e mesmo assim mantenha-o longe delas.
  4. Esteja sempre presente quando seus filhos estiverem brincando com seu cão, pois o humor do mesmo pode variar de repente.
  5. Sempre procure saber onde seu filho vai com os amigos.
  6. Mantenha sempre ferramentas e utensílios cortantes bem longe do alcance das crianças.
  7. Mantenha, também, em uma agenda, mesmo que de bolso, os seguintes telefones de emergência:
    6788595561 d43ed56b95 1 F550x450 Como agir em casos de urgência

    Via creativecommons

  • Corpo de Bombeiros – disque 193
  • Telefone da CIA de luz de sua região (Casos de choque elétrico causados pela rede pública)
  • Telefone da CIA de água de sua região
  • Defesa civil de sua região (Casos de desabamentos e quedas de barrancos)
  • Polícia rodoviária federal – disque 191
  • Pronto socorro de urgências – disque 192
  • Polícia militar – disque 190
  • Policia civil – disque 197

Boa sorte e muito cuidado!