Como aprender a desenhar


4029950568_33d5fa1d7d_z

A arte de desenhar, que consiste na reprodução “exata” ou estilizada da realidade, servindo-se de apenas duas dimensões determinadas numa superfície plana, remonta à pré-história. Quaisquer que tenham sido os motivos que levaram os primeiros homens à desenharem nas cavernas utilizando pigmentos naturais, podemos considerar que, se um ser primitivo pôde imitar as formas da natureza copiando ou inventando seres e objetos nas cavernas, você também é capaz de aprender a desenhar. Para isso basta seguir alguns conceitos básicos e ter disciplina, por que só se aprende desenhar, como tudo que é suscetível à aprendizagem, desenhando.172918794 bc341c56d0 b Como aprender a desenhar

PASSO A PASSO

  1. Treine sua acuidade visual: Para saber desenhar não basta aprender técnicas de traços, luz e sombra. É preciso saber ver, elemento fundamental que distingue o olhar de um artista de um olhar leigo. Passe a observar com atenção os detalhes, formas, luz, sombra e cor das pessoas, dos objetos e da natureza. Atente-se para as formas como um todo, e também para as particularidades que as compõem. Analise as diferenças de cores, formas e texturas, para saber distinguir e representar as diferenças, por exemplo, entre um rosto feminino e um rosto masculino, entre a textura de uma rocha e a de um tronco de árvore.
  2. Treine o seu traço: Faça retas, curvas, elipses e círculos até conseguir reproduzi-los de forma tão perfeita quanto como faria se utilizasse régua ou compasso. Não deixe, também, de desenhar as formas básicas geométricas, como quadrados, retângulos, triângulos, esferas, pirâmides, cilindros, paralelepípedos, etc. Elas o ajudarão a entender e compor as formas, seja de seres e objetos naturais ou não.
  3. Comece a desenhar objetos com formas simples para aperfeiçoar a sua técnica. Não precisa finalizar a arte, pelo menos nesta faze, de maneira magistral, mas esforce-se para conseguir reproduzir, com o máximo de perfeição, os detalhes do objeto escolhido.
  4. Procure agora representar a luz e a sombra que incidem sobre eles, bem como as que eles projetam sobre a superfície de apoio. O estudo da luz e da sombra exige bastante observação e treino, não confunda cor com sombra, que são elementos distintos no desenho. Fotos de objetos em preto e branco contribuirão para que você perceba a diferença entre cor e sombra. O sombreamento de um desenho permite a ilusão de profundidade e relevo, importante já que você está lidando apenas com duas dimensões: altura e largura.
  5. Represente o meio-tom, que nada mais é do que a passagem, o dégradé, que se dá entre a luz e a sombra. Assim você deverá representar essa escala de tons, que gradualmente passa do claro para o escuro e vice-versa, da maneira mais imperceptível que conseguir. Uma ótima técnica para atenuar os contrastes dos tons é o esfumado, que consiste em esbater os tons com um rolinho de papel, aparado em ponta, denominado esfuminho. Mas não exagere, pois em vez de esmaecer os tons, você poderá causar no desenho uma sombra difusa, “matando” a escala de tons do sombreamento.
  6. Estude as leis da perspectiva, que possibilitam a criação de espaços tridimensionais nos desenhos. Ao dominar os segredos da perspectiva, como a linha do horizonte, pontos de fuga e linhas de perspectiva, seus desenhos serão representados com mais realismo, da maneira como são vistos, obedecendo a distância que cada objeto ou ser ocupa na tridimensionalidade ilusória do plano em que o desenho é realizado.
  7. Uma vez dominados o traço, a luz, o meio-tom, a sombra e as leis da perspectiva, passe a desenhar animais, plantas e pessoas. Observe, contudo, que as formas geométricas que você estudou poderão servir de base ou esboço para representação das figuras humanas, vegetais e animais, principalmente no que concerne às suas particularidades. Por exemplo: Uma cabeça humana é desenhada a partir da forma oval, os braços e as pernas de uma pessoa tem a forma cilíndrica.

6834732700 71d69fb089 b Como aprender a desenharLembre-se sempre de que desenhar é arte, o que exige tempo e muita dedicação. Uma boa sorte aos futuros Leonardos da Vinci e Michelangelos!

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima! Clique aqui para se cadastrar !

1 reply to this post