Como argumentar bem


argumentar

Propor alternativas, explicitar conceitos e teorias, assim como discordar de pontos de vista alheios com base em fundamentos aceitáveis. Estas são as intenções e caminhos de uma boa argumentação que deve acontecer em função de um assunto polêmico e de entendimentos difusos.

A argumentação sempre acontece em decorrência de um questionamento , oriundo do próprio argumentador que, através de seus conhecimentos e experiências prévias, “discorda” da ideia de que exista apenas “um fim para cada início”. Ao argumentar, primeiramente, o indivíduo está confrontando uma tese definida ou propondo uma explicação a algo que, aparentemente, ainda não teve uma resposta plausível.

argumentar2 Como  argumentar  bem

Via Flickr

Saber utilizar a argumentação com propriedade e ciência são os pontos cruciais que determinam o sucesso da inserção de uma proposta inteligente para impasses e situações elaboradas que exigem cautela e fundamentos convincentes para uma conclusão justa e bem acertada.

Essas “situações argumentativas” estão presentes em ações tanto cotidianas (pessoais) como em decisões e atitudes a serem tomadas no ambiente de trabalho e aí, a argumentação é ainda mais interessante e prestigiada, possibilitando aos funcionários de diferentes qualificações que participem de uma forma mais viva da organização, com a sugestão de propostas, no esclarecimento de problemas funcionais ou ainda na colocação ativa do trabalhador frente às questões e atividades que circundam positiva ou negativamente a organização. Nesse caso, a argumentação deve vir juntamente de provas que sustentem sua origem, sua intenção e sua necessidade.

As profissões que mais se baseiam e utilizam argumentos em grande escala são as áreas de direito (juízes, advogados, promotores); científica (pesquisadores, médicos, químicos) e de caráter penal (delegados, peritos, policiais), pois precisam de argumentos convincentes que possam explicar os “porquês” de suas atitudes e decisões.

argumentar3 Como  argumentar  bem

Via Flickr

Aprender técnicas argumentativas faz toda a diferença entre conseguir e fracassar na tentativa de convencimento e aceitação teórica de uma posição sobre determinado assunto. Confira as dicas a seguir e veja como você pode desenvolver sua habilidade intelectual para tirar o máximo de proveito de suas argumentações, em situações onde ela será o fator mais importante a ser considerado.

Como aprender a argumentar – Dicas: 

1) Leitura: Leia de tudo: Jornais, revistas, classificados e assista a telejornais e programas de TV informativos, atualizando-se sobre os assuntos que regem o dia-a-dia da população a nível mundial. Esforce-se para entender o máximo possível de teorias, lendo guias, tutoriais e enciclopédias. Quanto maior for o seu nível cultural, mais fundamentos você possuirá ao argumentar ou contrapor uma consideração citada. Lembrando que toda a argumentação deve ter um “por que”, uma base que assegure sua veracidade.

2) Simulações: Colocar-se “supostamente” em situações onde a argumentação soluciona ou interfere no resultado de um conflito é uma excelente oportunidade para desenvolver o seu lado argumentador. Exemplo: Você está assistindo à TV e vê um rapaz, da periferia, ser condenado por roubar um supermercado. Imagine que você é um advogado e foi contratado para defender este indivíduo, mesmo sabendo da sua culpa. Que argumentos você utilizaria para convencer o júri de que seu cliente deve ser considerado inocente? Praticando esta técnica argumentativa, você desenvolverá o seu poder de convencimento e de formulação de fatos e argumentos, já que deverá basear-se em algo que comprove suas palavras.

3) Confrontos: Argumente para você mesmo, conflitando suas próprias definições e conceitos sobre determinado assunto. Use incansavelmente o “por que” até que suas respostas esgotem-se por falta de argumentos. Antes de participar de debates e palestras onde você entrará ativamente com suas teses, reflita seus argumentos e tente contrapô-los com outros. Dessa forma você estará prevendo e até mesmo antecipando futuras respostas de outras pessoas que, assim como você,  podem e devem argumentar e propor outros questionamentos, sempre que se sentirem encorajadas a isso. O que se espera em uma argumentação é que o melhor caminho seja escolhido na tomada de decisões, e que este possa sanar problemas de forma prática, concentrada e inteligente.

argumentar4 Como  argumentar  bem

Via Flickr

Não fuja de oportunidades que sugiram sua argumentação, a menos que veja-se despreparado técnica e psicologicamente para isso. Ouça ao máximo as pessoas e seus argumentos quando estiver em um grupo considerável de participantes de um encontro para discutir propostas ou uma reunião de negócios. Algumas pessoas falam tanto que acabam dando todos os elementos para que você possa elaborar sua argumentação com total eficiência, não deixando muitas brechas para “por quês” ou “talvez”. Boa Sorte!

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima! Clique aqui para se cadastrar !

1 reply to this post