Como bordar – Ponto cruz


ponto

O bordado é um trabalho artesanal antigo, mas continua muito apreciado nos dias de hoje. O problema é que não é tão mais usual ver mulheres que bordam, logo não é em qualquer lugar que alguém a ensinará a bordar. Antigamente, esse era um tipo de trabalho que era praticamente todas as mulheres dominavam. Mas não se preocupe! Você também pode dominar essa arte e fazer lindos trabalhos. Quem sabe até não pode vender o que fizer e garantir uma renda extra.

ponto4 Como bordar   Ponto cruz

Uma coisa é certa, mesmo os que não bordam admiram aquele lindo pano de prato da sua cozinha que tem esplendorosas rosas bordadas. Você pode aprender a bordá-las, mas antes apenas uma curiosidade para você: há inúmeros pontos possíveis para se fazer em bordados, os que fazem, em geral, desenhos definidos e não abstratos são os de ponto cruz. Com ele, é possível fazer inúmeros trabalhos: de babadores para crianças a panos de prato. É possível também bordar nomes e presentear as pessoas com toalhas de mão ou de rosto personalizadas. As pessoas adoram esse presente!

Agora, vamos ao que interessa! Ao bordado propriamente dito!

ponto3 Como bordar   Ponto cruz

Atente-se ao passo a passo a seguir:

1) Separe o material que vai usar:

  • Agulha (nº 22, 24 ou 26);
  • Linhas de diversas cores;
  • Pano desejado com etamine (babador, pano de prato, toalha, etc.);
  • Risco (é o desenho que você irá seguir para fazer seu bordado).

Dicas

  • Agulha: as agulhas são pequenas, sem ponta e para tapeçaria. Use agulhas maiores para etamines cujos pontos são mais distantes e agulhas menores para etamines cujos pontos são mais próximos.
  • Linha: A linha da marca Anchor é excelente. Com ela você pode lavar os bordados sem se preocupar, pois ela não desbota.
  • Importante: Ao escolher o resto que pretende bordar, veja se ele irá caber na etamine que separou. Para isso, conte cada quadradinho do desenho (cada quadrado pintado representa um ponto). Conte principalmente a altura do risco, pois, em geral, as etamines são bem largas horizontalmente e mais estreitas verticalmente. Para saber a altura da etamine, conte cada “buraco” – cada um representa um quadradinho do desenho.
ponto2 Como bordar   Ponto cruz

2) Feito tudo isso, você irá centralizar o desenho na etamine. Conte quantos pontos tem o desenho, quantos tem a etamine (e nesse caso você irá contar ambos – etamine e risco – na vertical e horizontal). Marque onde será o início do bordado.

3) Agora separe a linha. Se você for usar a linha Anchor, retire um fio de tamanho considerável. (Repara que essa linha tem seis fios que compõem a linha toda, então você irá usar uma dessas seis linhas).

4) Junte as duas pontas da linha e coloque na agulha. No local em que marcou o início do bordado (na etamine) coloque a agulha, do avesso para o lado correto, no buraquinho. Segure o lado em que a linha está dobrada no avesso do bordado, para a linha não escapar. Enfie a agulha no ponto oposto ao que enfiou. Do lado avesso, passe a agulha e a linha na “orelhinha” da linha. Dessa forma, terá prendido a linha que irá usar. Você irá fazer isso toda vez que precisar trocar a linha.

Obs: Um ponto cruz irá utilizar 4 “buraquinhos” da etamine. Por exemplo X (esse é o ponto). Cada ponta do X estará em um buraquinho.

ponto1 Como bordar   Ponto cruz

5) Você sempre fará o bordado por linha e não por ponto. Então, primeiramente faça todas as diagonais da primeira fileira (que tenha aquela cor que você está usando) do risco. O bordado ficará com o seguinte aspecto: /////////. Depois, você voltará cruzando os pontos de volta. Aí sim o ponto estará finalizado e com o seguinte aspecto XXXXXX.

Dica: Pense que cada um dos pontos do X é um número. Então, da esquerda para a direita, de baixo para cima, seguindo o sentido anti-horário, são os números 1, 2, 3 e 4. O movimento da agulha para fazer as diagonais (/////) será: 1, 3, 2, 3, 2. Até acabar a quantidade de casa. Note que a partir do segundo ponto o que seria a casa 1 é também a casa 2, pois os pontos estarão sempre colados, uma casa seguida da outra. O movimento de volta da agulha para fechar o X é 2, 4, 1, 4, 1…

6) Passe para a fileira de cima. Repita o processo sempre contando o número de casas, senão o desenho ficará errado.

7) Arremate a linha caso já tenha feito todas as casas com aquela cor ou que a linha for insuficiente para continuar o bordado. O arremate pode ser feito no avesso. Tente apenas não fazer muitos nós, pois um dos critérios que dirá o quanto é profissional no bordado é se consegue deixar um avesso perfeito (mas essa será outra aula!).

ponto5 Como bordar   Ponto cruz

Pronto! Você aprendeu como se faz o ponto cruz. Lembre-se sempre que a prática leva à perfeição. Então, quanto mais fizer, mais vai desenvolvendo suas próprias técnicas para aprimorar seu bordado!

Mais uma dica a você: caso for comercializar os trabalhos que fizer, valorize-os! Se você não os valorizar, ninguém fará isso… Eles tomam nosso tempo, mas o resultado é incrível! Você irá se surpreender com você mesma!

Boa sorte nessa arte!

Foto via: Flickr

4 replies to this post