Como calcular o salário a ser pago


5965399569_c685dbc8d9_z

Uma das dúvidas da maioria das pessoas e principalmente de gestores de pequenas empresas é sobre o cálculo do salário devido por um trabalho prestado. Essa é uma tarefa relativamente fácil, se comparada a outros tipos de cálculos trabalhistas. A primeira etapa é entender o que se entende por salário. Depois é preciso saber qual é o vencimento total e os descontos devidos, para ter a conta exata do salário a receber ou a pagar. Algumas empresas montam ou compram um programa específico para efetuar os cálculos. Mas se a empresa for pequena, uma planilha no Excel, ou, até mesmo, uma conta manual, pode resolver o problema.

Definição de salário: “salário é todo o pagamento feito em dinheiro por um empregador em troca da prestação de serviços de um empregado”. Deve ser considerado todos os vencimentos, independente da forma que foram conquistados. Se foi pelo trabalho mensal, horas extras ou adicionais. Todo o valor pecuniário é considerado salário, com exceção, das comissões.

7758548152 5a591aee59 z F550x450 Como calcular o salário a ser pago

via flickr

Para calcular o salário de um determinado empregado:

  • Salário Base, por exemplo, de R$980,00.
  • O turno de trabalho do funcionário inicia às 15 horas e 20 minutos e termina as 23 horas e 58 minutos.
  • A jornada de trabalho é de oito horas e 44 minutos, 44 horas semanais e 220 horas mensais.
  • No mês em questão, o funcionário trabalhou 10 horas extras. 
  • Esse mesmo funcionário trabalha em uma sessão insalubre, o que lhe dá direito ao adicional de insalubridade médio. Isso significa 20% do salário mínimo.
  • O valor do salário minimo é R$622,00.
  • O funcionário utiliza vale transporte, desconto de 6%.
  • Deve-se descontar 8% referente ao Instituto de Seguridade Social (INSS).
    4819249689 36890d5550 z F550x4501 Como calcular o salário a ser pago

    via flickr

Para esse exemplo deve-se fazer o seguinte cálculo.
  1. Soma-se todos os vencimentos do mês. Sabendo que o valor da hora extra é acrescido de 50% do valor da hora normal, tem-se os valores abaixo. Pega o salário base e divide pela quantidade de horas mensais. Ou seja, 980/ 220. O resultado é 4 reais e 45 centavos. Nesse valor se acrescenta 50%. O resultado é 7 reais e oito centavos. sabendo que o empregado trabalhou 10 horas extras no mês, sabe-se que tem um vencimento de 78 reais referente ao trabalho extra.
  2. Fazendo um conta simples sabe-se que 20% do salário mínimo de R$622 significa R$124 . 
  3. Sendo assim, soma-se o salário base de R$980, mais as horas extras de R$78 e o adicional de insalubridade de R$124 . O valor do vencimentos do funcionário é de R$1182.
  4. O próximo passo é descobrir os desconto devidos. O desconto de vale transporte é de 6%. Então temos o valor de R$70,92. O desconto do INSS vai ficar em R$94, 56. O imposto de renda é isento, pois o funcionário não atingiu o minimo de faturamento para pagar esse imposto. O total dos descontos é igual a R$165, 48.
  5. Sendo assim temos: 
  • Vencimento = R$1182,00
  • Desconto = R$165, 48 
  • Liquido a receber = R$1016,52 
    5592618662 c56f923908 Como calcular o salário a ser pago

    via flickr

É simples fazer o cálculo do salário, pois basta somar os vencimentos e os descontos. Depois pega o total de descontos e subtrai do total de vencimentos. Se acaso a pessoa tiver filho deve-se somar o valor de 15 reais no valor final do salário.
Essas são dicas para um pagamento simples. Valores maiores podem modificar as alíquotas do INSS e , a partir de R$1499,00 já é devido o imposto de renda. Mas para a maioria das empresas e funcionário, essas são as dicas principais.
Boa sorte e sucesso sempre.

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima! Clique aqui para se cadastrar !

1 reply to this post