Como comprar ações na bolsa


bolsa_dest

Ações são pedacinhos de uma empresa. Quem possui ações de uma determinada empresa é como se fosse um dos sócios. Algumas pessoas não investem na Bolsa por achar que é algo muito difícil e inacessível, mas na prática não é bem assim. Mas por onde começar?

Entenda um pouco sobre o assunto:

Sistema Home Broker

É um sistema de negociação eletrônica que permite aos clientes operar na Bolsa de Valores de São Paulo (BOVESPA) via internet, conectado diretamente ao sistema de negociação da Bolsa, permite o envio de ordens para compra e venda de ações, notícias do mercado, estudos gráfico entre outros serviços com eficiência e segurança, porém apenas corretoras de valores regulamentadas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) podem oferecer esse tipo de ferramenta aos seus clientes.

bovespa Como comprar ações na bolsa

Mesa de Operações e Mercado

Mesa – é a ferramenta para operação na bolsa de valores.

Mercado – é a compra ou venda em pregão de determinada quantidade de ações para liquidação imediata. A entrega dos títulos comprados ao seu comprador leva três dias úteis após a operação.

Operações

Normal – é a operação regular e para ser considerada normal, não pode ser feita em um mesmo pregão, na mesma corretora e pelo mesmo investidor.

Day Trade – é basicamente o contrário da operação normal, ou seja, pode ser feita a compra e venda de uma mesma ação, por uma mesma corretora e um mesmo investidor.

After Market – É o mercado de negociação com horário diferenciado, funciona pelo Home Broker com abertura às 17h30minh e funcionamento das 17h45minh às 19h ou de 18h45minh as 19h30minh (horário de verão). Além do horário, o after market possui outras característica tais como, permite negociações apenas no mercado à vista, limite de ordem até R$ 100.000,00 por investidor e variação máxima de 2%.

bolsa dest Como comprar ações na bolsa

Veja os principais passos de como começar a investir na Bolsa:

  1. Procure uma corretora que seja regulamentada e preencha o formulário contratando seus serviços.
    Este é um passo muito importante, a corretora além de cuidar do seu dinheiro irá te dar todas as informações e orientações nos seus primeiros passos.
  2. Após a escolha da corretora é a vez de escolher a ação ou ações.
    Com a assessoria da corretora, você vai decidir quais ações deseja comprar e dar a ordem para a corretora. O seu corretor vai tentar descobrir qual o seu perfil após te fazer algumas perguntas, se você é mais arrojado ou reservado que busca segurança e lucros certos mesmo que sejam menores. Ele vai te orientar sobre como investir seu dinheiro, qual o mínimo para começar, como agir no início, enquanto você vai aprendendo sobre o assunto.
  3. A corretora executa a ordem que é dada pelo investidor.
    É muito simples e prático, basta ligar para o seu corretor e em menos de dois minutos suas ações já foram vendidas ou compradas.
  4. O cliente efetua o pagamento à corretora.
    Os recursos são depositados previamente. Antes de qualquer coisa você deposita um valor a ser investido em uma conta na corretora e só então as ações começam a ser compradas de acordo com suas ordens.
  5. A corretora credita as ações.
    Todas as ações adquiridas pelo investidor ficam em uma conta de custódia na CBLC (Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia) que nada mais é que a responsável pela compensação e liquidação das operações realizadas no mercado a vista da Bolsa de Valores.

Com essas informações já é possível começar a investir.

E depois não se esqueça de passar aqui para dizer como estão indo suas ações. Boa Sorte!

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima! Clique aqui para se cadastrar !

1 reply to this post