Como criar codorna chinesa


Chinese_Ring_Necked_Pheasant_&_Melanistic_Mutant_Ringneck_Cross_Pheasant_(4482356808)

As codornas são consideradas aves rústicas e se adaptam com certa facilidade a praticamente qualquer tipo de cativeiro. Apesar de sua alta resistência, ela precisa de atenção e cuidados básicos que todo bichinho de sua espécie precisa. Afinal, elas são seres vivos e precisam de condições saudáveis para desenvolver.

A codorna chinesa é uma das mais populares da espécie que se pode encontrar no mercado hoje em dia. Suas características não diferem muito das outras codornas, com exceção de suas variadas cores e ao seu comportamento social. Em geral, elas  não se dão bem com outras espécies, podendo inclusive partir para a agressão.

Vejamos algumas dicas de como criar a codorna chinesa.

800px Excalfactoria chinensis aka Como criar codorna chinesaAndré Karwath aka Aka/Wikimedia Commons

Características

  • Nome popular: Codorna chinesa;
  • Nome científico: Excalfactoria chinensis
  • Origem: Sudeste asiático e Austrália
  • Tamanho médio: Entre 11 e 13 centímetros

Como criar

  1. As codornas podem ser criadas em viveiros ou em áreas abertas, como cercados. Essa espécie gosta de andar livremente, por tanto o viveiro deve ser bem espaçoso ou se preferir, usar um cercado com uma área grande. Não existe um número estipulado, calcule o suficiente para que o número de codornas que pretenda, possa explorar o local com certo conforto.
  2. Equipe o local com bebedouro raso ou um prato raso com água. Cuidado com essa parte, pois as codornas chinesas mais jovens (crias) costumam se afogar facilmente. A comida é bem variada e pode ir de misturas para aves de pequeno porte a verduras. Tenha no abrigo também algumas plantas e/ou moitas, pois servirão de abrigo para as espécies. Se seu viveiro não possuir solo ou um solo muito fino, tenha uma caixa de areia fina também para suas codornas se banharem nela.
    5102368268 d361195799 Como criar codorna chinesa                                                                           Sandy__R/Flickr
  3. No momento de habitar o local com as novas codornas, tenha o cuidado de ter um macho para cada 4 ou mais fêmeas. Os machos podem ser identificados por uma coloração em forma de linhas brancas e negras na altura do pescoço. Eles são territórialistas e muito viris, por isso a necessidade de mais fêmeas que machos.
  4. A reprodução é muito fácil, a codorna chinesa costuma colocar seus ovos em buracos, preferencialmente escondidos por arbustos. É recomendável colocar um ninho pré-fabricado no viveiro, para que a codorna possa se sentir segura e colocar os ovos longe dos olhos dos “predadores”. Tenha cuidado com um detalhe, as codornas são muito negligentes com seus ovos e pode ser que a fêmea coloque um ovo fora do ninho, neste caso ponha de volta manualmente.
  5. Os filhotes nascem de 16 a 18 dias de incubação, caso a fêmea seja muito relapsa separe os ovos e os coloquem em uma incubadora com lapada para aquecimento. As crias já nascem bem desenvolvidas, embora sejam relativamente dependentes dos pais para comer durante as primeiras quatro semanas. Com oito semanas podem ser separadas dos pais ou grupo e remanejadas de acordo com a necessidade do criador.

A codorna chinesa é a melhore espécie de codorna para quem ainda é iniciante na criação de aves e tem medo de errar. Suas necessidades são poucas e elas toleram quase todo tipo de cativeiro, contanto que tenham espaço para se movimentar. Sem dividas será uma experiência da qual você não irá se arrepender.

Boa sorte!

(Imagem Destaque: nottsexminer/Wikimedia Commons)