Como criar rã


Frog-Amphibian-Animal-London_Zoo

Muitas pessoas ainda torcem o nariz quando pensam na possibilidade de comer carne de rã, e, embora poucos tenham esse hábito, muitos consideram sua carne muito saborosa, uma verdadeira iguaria.BullFrog 480x250 Como criar rã

A carne de rã contém grande quantidade de proteína e baixíssima quantidade de gordura fazendo com que ela seja riquíssima em termos nutricionais, além disso, é muito saborosa e de fácil digestão. Tem sido muito indicada para tratar problemas gastrointestinais específicos, para dietas de atletas, convalescentes e em alguns casos de alergia à proteína de origem animal.800 14208 600x250 Como criar rãPor isso, a prática de criar rãs em cativeiro está em amplo crescimento aqui no Brasil e as perspectivas do mercado são muito atraentes. O retorno é bem rápido já que as rãs se reproduzem com muita facilidade e se adaptam bem ao nosso clima, que é quente e úmido em muitas regiões.

O criador pode obter lucro:

  • por meio da venda da carne,
  • por meio da venda da pele (procurada principalmente no exterior para fabricação de sapatos e bolsas),
  • Fornecendo girinos a outros ranicultores.

Mas embora seja um negócio bem rentável, é necessário alguns cuidados e muita dedicação, pois as rãs se estressam com muita facilidade e são suscetíveis a muitas doenças. Se você pensa em entrar para o ramo da ranicultura, confira os passos básicos a seguir:

1. Converse com outros ranicultores e conheça bem o ramo antes de iniciar essa atividade.

2. Verifique a documentação necessária junto a órgãos competentes.

3. Escolha um local bem arejado, pouco acidentado, com temperaturas elevadas. A área média da maioria dos ranários é de 500m² a 700m².

4. É importante que haja possibilidade de fechar as laterais do local onde elas ficam, se a região for fria em algumas épocas do ano.

5. Verifique se no local existe boa disponibilidade de água de boa qualidade, de preferência de mina ou poço artesiano. Faça análise, física, química e microbiológica da água. Ela deve ser livre de coliformes fecais, metais pesados e com pH neutro.

6. Providencie estruturas adequadas às diversas fases do crescimento das rãs:

  • Fase de girinos: tanques com leve declínio no fundo.
  • Fase de imagos (rãs jovens): é a fase terrestre. Necessita de baias de crescimento, galpões fechados ou estufas agrícolas.
  • Fase de engorda e reprodução: cochos e abrigos em áreas secas e uma área com piscina.
  • Demais setores: tanques.

7. Providencie alimentação adequada:

  • Para os girinos: após 10 dias de nascimento comem ração farelada para trutas ou rãs com 35% a 40% de proteína bruta.
  • Para as rãs: ração peletizada ou extrusada, com 40% de proteína bruta. É recomendado também acrescentar 20% de larvas de moscas ou ofereça a alimentação em cochos vibratórios, já que as rãs são carnívoras e caçadoras, preferindo comer com o que parece estar vivo.

Reprodução:

  1. Após a postura, recolha os ovos com puçá, em intervalos de 2 a 4 horas e levados a setores especiais
  2. Faça monitoramento da temperatura do ambiente.
  3. Os girinos aparecem em 10 dias, mas 20% deles não vingam.
  4. Também há uma perda de 30% durante a metamorfose.

Demoram cerca de 4 meses para se tornarem imagos.frog on leaves w725 h547 600x250 Como criar rãImportante saber:

  • O desenvolvimento das rãs está diretamente ligado à temperatura.
  • A criação mínima deve ser aproximadamente 50 fêmeas para 30 machos.

A rã que é criada comercialmente no Brasil é a rã-touro gigante e os motivos são:

  • Crescimento rápido
  • Alto número de ovos por postura
  • Facilidade no manejo
  • O retorno do investimento se dá em aproximadamente 2 anos
  • O custo é de aproximadamente 9 a 12 reais por quilo vivo
  • Para comercializar, o preço do quilo, em média, é de 18 a 23 reais no atacado e 40 reais no varejo.800 16024 600x250 Como criar rã

Como você pode perceber a ranicultura pode ser um negócio bem lucrativo, principalmente porque é um ramo pouco explorado no Brasil, mas a falta de manejo aumentará o índice de mortalidade. Por isso, antes de começar, estude muito por intermédio de livros, vídeos, revistas, converse com ranicultores, visite ranários e se possível arrume um estágio em um deles, para conviver com a criação e entender melhor a rotina e necessidades desse negócio.

Boa sorte!!

2 replies to this post