Como cuidar de um aquário


7517140842_0a79089001

As belezas e encantos do mar podem ser reproduzidas parcialmente em reservatórios com peixes, plantas aquáticas e tantos outros elementos que representam as profundezas do oceano, seja para decorar, naturalizar ou compor a estrutura do ambiente residencial/comercial.

Ter um aquário é algo muito acessível e além das facilidades de compra existem vários modelos disponíveis no mercado, um mais encantador e personalizado que o outro. Porém, é necessário efetuar a limpeza deste reservatório periodicamente para garantir sua beleza e também a sobrevivência dos peixinhos que lá se encontram, principalmente quando o número de espécies é elevado. Você sabe como realizar esta atividade?

Siga nossas dicas sobre como cuidar de um aquário e veja a maneira correta de proceder na manutenção e preservação da estrutura e funcionalidade deste reservatório.

5143802259 9ebb71c4c3 Como cuidar de um aquárioanapaulahirama/Flickr

Como cuidar de um aquário

  1. Evite o excesso de alimentação aos peixes. O ideal é que a ração seja calculada para consumo imediato e disposta em pequenas quantidades, pois o estômago do peixe pequeno e o excesso alimentar lhe será prejudicial. Essa recomendação também ajudará a manter o aquário mais limpo.
  2. Não utilize produtos químicos na limpeza do aquário. Quando for efetuar uma limpeza ampla no aquário, coloque os peixinhos em outro reservatório com água e utilize uma esponja determinada somente para este serviço. Não use detergentes, sabão ou desinfetantes, que poderão matar os peixes. Ao finalizar a limpeza, aplique no aquário produtos indicados para a remoção de cloro e metais pesados antes de reabastecer o reservatório com água. Aguarde uma hora e só depois devolva os peixinhos ao recipiente.
  3. Posicione o aquário longe da infiltração solar. É importante que a água não fique super aquecida para que o surgimento de algas seja consequentemente evitado. Os peixes precisam ser criados em águas de temperatura mediana/ambiente, principalmente considerando determinadas espécies com PH (temperatura recomendada de sobrevivência) elevado.
  4. Evite deixar o aquário em local baixo e de fácil acesso. Muitas pessoas tem o costume de bater no vidro do aquário para chamar a atenção dos peixinhos, quando não vão além e tentam pegá-los com as próprias mãos. Com este ato, o indivíduo pode transmitir diversos tipos de vírus e bactérias ao reservatório, de forma inconsciente porém bastante prejudicial, principalmente na manutenção e cuidados funcionais do aquário. Tente identificar uma área de sua residência ou comércio que é de difícil acesso, pelo menos para as outras pessoas, e dimensione uma altura de posicionamento inacessível às crianças.
  5. Calcule a quantidade de água necessária para o tamanho de seu aquário. Geralmente esse valor já vêm indicado na compra, seja no manual de instruções ou através das recomendações do vendedor. Porém, se você não tiver conhecimento desta informação, faça o seguinte: Multiplique a altura do aquário por sua largura e o comprimento e divida o resultado por 1.000 e depois, é só multiplicar o valor alcançado por 4 para descobrir quantos litros deverão ser filtrados a cada hora, sem excessos ou insuficiência. Essas contas e números obtidos são fundamentais para a normalidade funcional do aquário.

337240298 fc7f42728d Como cuidar de um aquárioeurrifia/Flickr

Dicas

  • Para efetuar a limpeza do aquário, troque somente 1/3 da água ou, se ela estiver muito suja, troque a metade;
  • Não bata no vidro do aquário. Isso deixa os peixes nervosos e estressados;
  • Não jogue outros alimentos dentro deste reservatório, como pães e massas. A ração já é suficiente para alimentar os peixes;
  • Caso o aquário tenha iluminação artificial, a dica é que a luz fique apagada durante a noite, pois assim como os seres humanos, os peixes também precisam dormir;
  • Mantenha a tampa do aquário sempre fechada e evite acrescentar objetos decorativos no reservatório, pois a liberação de toxinas destes poderá ser fatal aos peixinhos.

Realize a limpeza do aquário em frequência mensal para que seus peixinhos estejam sempre felizes e saudáveis. Afinal, qual o sentido de um belíssimo aquário sem um belíssimo cardume que lhe traga vida e inspiração? Boa Sorte!

(imagem destaque:cesar_camilla/Flickr)

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima! Clique aqui para se cadastrar !