Como curar amidalite


741px-Tonsilitis

A amidalite é uma enfermidade infecciosa que atinge a região das amídalas – os linfonodos situados na parte de trás da boca e na parte de cima da garganta. São responsáveis pelo filtro de bactérias e de outros germes que comprometem o bom funcionamento do organismo. A doença pode ter causa viral, o que ocorre geralmente em crianças, ou ser causada por bactérias, algo que ocorre com mais frequência nos jovens e adultos.

Sintomas

Mas como saber se estou com amidalite? Atente-se para os seguintes sintomas da doença:

  • Sensação de febre e de falta de apetite;
  • Halitose, dor de garganta e dor de ouvido;
  • Dificuldade para engolir, rouquidão e percepção dos gânglios do pescoço e da mandíbula inchados.

Atenção: nas crianças, a amidalite pode ser acompanhada de baba excessiva, febre alta, pus na garganta e de erupções avermelhadas ásperas nas dobras da pele.

Tonsillolith in mouth Como curar amidaliteGlacko2021/Flickr

Como diagnosticar e tratar a amidalite

A visita ao médico implicará um exame da boca e da garganta do paciente para analisar o inchaço das amídalas. A avaliação através do toque notará a sensibilidade das áreas da mandíbula e do pescoço que poderão estar inchados. Há também os exames laboratoriais de sangue que poderão confirmar a infecção.

Inicialmente, é necessário identificar a natureza causadora da doença, se é virótica ou se é bacteriana.

  • No caso da amidalite viral, a infecção é predominante na região das próprias amídalas e da faringe e deverá ser tratada com o uso prescrito de remédios analgésicos e anti-inflamatórios.
  • Já no caso da amidalite bacteriana, percebe-se o surgimento de placas de pus nessa mesma região, sendo recomendado o uso de antibióticos direcionados para esse fim.

Atenção: Não suspenda a medicação recomendada ao perceber que os sintomas da amidalite desapareceram ou foram amenizados, pois isso poderá desencadear complicações mais graves, como é o caso da febre reumática e da nefrite, devido ao fato de a bactéria ainda estar ativa no organismo.

No caso de uma amidalite crônica, a causa deverá ser pesquisada em favor da busca de um tratamento adequado. A remoção das amídalas de um paciente por meio da cirurgia é apenas indicada em casos de não resposta aos tratamentos convencionais e em casos de várias recaídas da doença, as chamadas amidalites de repetição.

2666015281 baa62c6ce3 Como curar amidalitejeffandmandyg/Flickr

Dicas de prevenção

Entre algumas dicas para se prevenir da amidalite, destacam-se:

  • Não fume ou conviva com fumantes. Tanto os viciados passivos, como os ativos são mais vulneráveis à amidalite;
  • Prefira lugares sem ar-condicionado, uma vez que esse aparelho resseca as mucosas e minimiza a resistência das amídalas;
  • Opte pela ingestão de bebidas mornas, sopas e alimentos de fácil mastigação;
  • Beba bastante líquido para manter as mucosas hidratadas;

Atenção: Não faça automedicação, obedeça à risca as orientações de seu médico de confiança. Com o tratamento adequado, os sintomas da amidalite desaparecerão em dois ou três dias e se poderá curar a doença. O mais importante é prestar atenção nos sinais que o corpo dá em favor de sua saúde, visite seu médico e faça exames regulares.

Boa Sorte!

(Imagem Destaque: Pbeck/Flickr)