Como escolher a lente de contato certa


flickr-131159724-hd

Algumas pessoas nasceram para usar óculos, e se sentem até mais bonitas e charmosas. Mas há outras que definitivamente não se adaptam; para elas os óculos são desconfortáveis, embaçam toda hora, e impedem a prática de esportes – entre outras desvantagens. Nestes casos a lente de contato é uma boa solução.flickr 2765961125 hd 600x250 Como escolher a lente de contato certaMas, escolher uma boa lente não é fácil, e é preciso alguns cuidados. Uma lente mal adaptada traz inúmeros problemas: inflamação, alergias, conjuntivite, inchaço e até danos permanentes no olho. 3363741415 5650dbe8af 500x250 Como escolher a lente de contato certaSe você pretende migrar dos óculos para as lentes, confira as dicas abaixo:

1. Procure um oftalmologista SEMPRE. Só ele poderá indicar a lente certa para seu olho, saiba que nem todos tem o perfil ideal para usá-las.  O médico é quem vai determinar o grau e a curvatura da lente, e vai examinar seus olhos para saber se está tudo ok. Depois disso, vai indicar a você um contactologista, que é um técnico especialista em lentes de contato. Este profissional  vai lhe fazer algumas perguntas importantes à fim de escolher o material da lente que melhor vai se adaptar a você.

2. Ao escolher uma lente de contato deve-se levar em conta: idade, nível de atividades, ambiente de trabalho ou estudo, uso de medicamentos, doenças sistêmicas, irregularidade da córnea, e quantidade de produção lacrimal ( olho seco é uma das principais dificuldades de adaptação de lentes).

3. Faça testes. Jamais escolha sua lente pelo preço, ou pela simpatia do vendedor. Mesmo que você queira apenas uma lente colorida, nada de entrar na primeira ótica que ver pela frente, e comprar uma, como se fosse uma camiseta.

4. Conheça todos os tipos de lente para fazer uma boa escolha:

  • Lentes rígidas: são as mais baratas, com maior durabilidade, e a limpeza e manutenção são fáceis. Em compensação, tem maior tendência a sair do lugar, não permitem uma boa lubrificação dos olhos e impedem do oxigênio chegar à córnea, podendo provocar maior irritação, alem da adaptação ser mais demorada.
  • Lentes hidrófilas: São mais caras, porém mais flexíveis e confortáveis. São maiores que as lentes rígidas, e por isso, mais estáveis. Em compensação elas proporcionam menor clareza da visão, são mais frágeis e estragam com maior facilidade pois duram, em geral, de 1 a 2 anos, no máximo. Exigem limpeza com soluções especiais, gerando alto custo.
  • Lentes de uso prolongado: Parecidas com as lentes hidrófilas, mas permitem uma oxigenação maior dos olhos, podendo ser mantidas por até 30 dias. Mas os especialistas recomendam que sejam tiradas periodicamente para limpeza. Indicada para pessoas que tem dificuldade em manusear as lentes.
  • Lentes permeáveis a gás: são as melhores opções, quase tão rígidas quanto as lentes rígidas tradicionais. Proporcionam uma ótima visão, e a maioria delas permite uma oxigenação melhor, e tem maior durabilidade que as hidrófilas. Em compensação são mais quebradiças e  riscam com maior facilidade, sendo necessário limpar mais vezes.
  • Lentes descartáveis: Podem ser usadas por algum tempo e depois devem ser descartadas.
  • Lentes coloridas: existem as mudam a cor dos olhos totalmente, ou as que apenas realçam a cor natural – para quem já tem olho claro – existem também as que mudam drasticamente o formato dos olhos (usadas em teatro ou Haloween).
  • Lentes que refazem a forma da córnea: usadas durante a noite para corrigir o formato da córnea e corrigir a visão.

Importante saber: images 30 Como escolher a lente de contato certa

  • Atualmente é possível comprar lentes de contato por catálogos ou pela internet, mas é necessário receita médica.
  • Cuidado ao comprar lentes cosméticas ou coloridas. Lojas não especializadas vendem lentes que não são esterilizadas corretamente e não se adaptam perfeitamente à córnea, causando sérios danos à sua visão.
  • Agora que você conhece todas as opções de lentes, escolha, sempre com muita cautela, o modelo melhor para você, lembrando novamente que não se deve jamais adquirir uma lente sem consultar um médico especialista.

Boa sorte!

1 reply to this post