Como escrever uma fábula


livros

Desde que o mundo é mundo, o ato de contar histórias permeia todas as civilizações e sociedades. Mesmo quando não havia a escrita, o homem, por necessidade de registrar suas emoções e narrativas vividas ou imaginadas, desenhava nas paredes das cavernas.

Como sabemos, há diversas maneiras de se contar histórias. Romances, novelas, contos, crônicas, cada uma destas modalidades estão entre os gêneros textuais narrativos. Há um tipo de narrativa, que chama a atenção devido suas características bem definidas, e que possui no nome de Esopo, talvez seu maior ícone: a fábula.

esopo Como escrever uma fábula

Via Flickr

Um dos fatores mais interessantes desse tipo de texto narrativo é o elemento fantástico que pode aflorar de cada um em sua escrita. Mas porque isto ocorre?

Para um texto ser considerado fábula, ele necessariamente precisa, segundo os manuais de estilo literário, possuir como personagens seres do mundo animal, que embora na condição de animais, tenham atitudes, trejeitos e jeito de ser humanos.

Este contexto rico em imaginação e extremamente lúdico, se apóia em outro ponto de total relevância no sentido da fábula contar sempre com um ensinamento, ou para alguns “moral da história”. Sendo assim, a fábula é um gênero textual substancialmente necessário para auxiliar na educação e formação do cidadão ainda quando criança.

O poeta grego Esopo deixou-nos centenas destas fábulas carregadas de ensinamento e magia, como “A cigarra e a Formiga” e tantas outras.

fabula e1354300984892 Como escrever uma fábula

Via Flickr

Mas como escrever uma fábula? Temos algumas dicas para você se tornar um exímio escritor de fábulas:

  1. O passo inicial é ler muitas fábulas, não só as clássicas, como as citadas de Esopo, como as modernas que encontramos em sites da internet. Fazer o link do passado e do presente e reconhecer que o que é clássico permanece como uma novidade são coisas essenciais;
  2. Uma dica de leitura é “O lobo e o cordeiro”, recontada por Monteiro Lobato;
  3. Pensar no ensinamento que você pretende passar com sua fábula é um ponto imprescindível. Pense como se ele fosse o objetivo de um texto que você traça em outros gêneros textuais como redação, por exemplo;
  4. Pense nos personagens, nas situações inusitadas, por exemplo, que você pode criar a partir de gestos usuais que encontramos no cotidiano;
  5. Um exemplo de situação usual que você pode transformar em algo fantástico, foi o que fez Luis Perossi em “O chinelo e o inseticida”. Nesta fábula, a barata chamada Rosalinda, que mora no banheiro da família Mendonça dialoga e argumenta contra o chinelo do dono da casa, que está em vias de exterminá-la.Esta é a principal característica do texto fábula, colocar como protagonistas, animais dialogando e sendo o centro das atenções;
    fabula2 Como escrever uma fábula

    Via Flickr

  6. Levando em conta estes termos, crie seus personagens, trace o aspecto psicológico e físico deles e dê asas à sua imaginação.
  7. Se você tem como ensinamento mostrar o quão negativo é a violência, pode criar um texto onde um ser violento, ao perder um ente querido pela violência, passa a se comportar de outra maneira.

Com estas dicas, você tem muitas chances de escrever ótimas fábulas! Boa sorte e mãos à obra!

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima! Clique aqui para se cadastrar !