Como fazer lagos ornamentais – passo a passo


Ornamental_pond,_Oldway_mansion,_Paignton_-_geograph.org.uk_-_696564

Todo mundo quer ter uma casa bem bonita, confortável e espaçosa. Quem nunca sonhou com isso? Mas na maioria das vezes as pessoas procuram ampliar e decorar a área interna, esquecendo-se completamente da parte externa. Gastam rios de dinheiro aumentando os quartos, reformando sala e cozinha, comprando móveis maravilhosos e planejados, escolhendo cada detalhe da decoração e combinando tapetes, estofados, cortinas, quadros, vasos e enfeites. Tudo fica lindo, mas a pobre área externa acaba ganhando apenas alguns vasinhos com plantas e um rústico chão de cerâmica. Quando há espaço para um jardim na casa, poucos investem neste espaço tão importante.3672241457 5a0ef743df o 600x250 Como fazer lagos ornamentais   passo a passoVocê já pensou em construir um lago ornamental em seu jardim? Desistiu da idéia julgando ser algo muito trabalhoso, que gera muitos gastos? Pois saiba que construir um lago artificial pode ser bem mais simples do que você imagina, veja só:

A primeira coisa que você deve fazer é procurar uma empresa especializada, pois este tipo de trabalho deve ser acompanhado por um arquiteto ou especialista que vai analisar a especificações técnicas de acordo com o tamanho do lago e a pressão que a água vai exercer. Esse profissional também vai analisar o tipo de solo, a espessura do concreto do fundo e paredes, ferros e outros fatores que devem ser levados em conta para evitar trincas, vazamentos  ou rompimento da estrutura.flickr 464791157 hd 1 600x250 Como fazer lagos ornamentais   passo a passoDepois de consultar um profissional siga esses passos:

1. Faça o rascunho do projeto planejando de antemão seu tamanho e onde ele ficará.

2. Tenha em mente as espécies que você vai criar e as plantas que usará para ornamentação. Tais detalhes estarão diretamente ligados ao tamanho e local escolhido. Peixes de sangue frio, como carpas, por exemplo,  fogem do calor, enquanto peixes menores preferem lagos mais rasos.

3. Determine se o lago será saliente ou escavado.

  • Salientes: são mais fáceis de manter e mais seguros em relação à crianças e animais. Facilitam em muito a troca parcial ou total da água através de um sistema de ralos no fundo.
  • Escavados: tem o aspecto mais natural mas deve ter uma pequena saliência – em torno de 10 cm acima da terra – para evitar que entre a água das chuvas. A instalação de um ladrão (com uma telinha para evitar que os peixes pequenos sejam sugados) pode ser útil para evitar transbordamento devido às chuvas.

4. Determine o tamanho e profundidade do lago: o indicado é que ele tenha 3 níveis de profundidade, sendo que a profundidade máxima deve medir aproximadamente 80 cm a 1 m.

5. Escolha a forma que ele terá. Formatos irregulares são bem mais bonitos, mas há pessoas que preferem formas geométricas.

6. Decida o local onde ficará:

  • Não é aconselhável ficar embaixo de árvores que soltem folhas, pois poderão entupir a bomba e produzir acúmulo de matéria orgânica que prejudicial aos peixes. Raízes poderosas poderão prejudicar a estrutura do lago.
  • Evite exposição ao sol. O ideal é que o local pegue sol apenas na parte da manhã e por poucas horas. Quanto mais tempo exposto ao sol, mais verde a água ficará, sendo necessário adquirir um filtro.

7. Providencie os equipamentos necessários: filtro de excelente qualidade e bomba para a água circular – geralmente elas levam a água até uma cachoeira. É interessante que essa bomba já contenha um filtro e uma grande vazão. Devem ficar 24 h em funcionamento afastando mosquitos.

8. Escolha o tipo de material que vai utilizar para construção de seu algo ornamental:

a) Alvenaria / concreto: são os de vida útil mais prolongada, no entanto devem estar em solo muito bem compactado.

  • Tubulações de filtragem, bombas e o revestimento do lago com uma lona plástica, devem ser feitos antes da concretagem do fundo.
  • Após a concretagem é muito importante a impermeabilização com produtos tipo Vedacit e similares.
  • Após o reboco faça impermeabilização interna com produtos como Vedajá, Sikatop, etc.
  • Devido a utilização de cimento é extremamente necessário que antes da introdução dos peixes se faça uma boa limpeza da água, para a eliminação de resíduos e equilíbrio do pH.
  • Para pintar o lago por dentro use tintas tipo Epóxi.

b) Fibras de vidro, de cimento  e lonas especiais: são os mais práticos e econômicos. Podem ser usadas caixas d’água ou piscinas.

Dicas:

  • Após o lago estar montado, cheio, e com todos os equipamentos funcionando, espere alguns dias para introduzir os peixes.
  • Sempre use água sem cloro e sem resíduos químicos.
  • Verifique periodicamente os níveis de amônia, nitrito, nitrato, e  pH.
  • Faça sifonagens periódicas para retirar a sujeira cumulada no fundo.
  • Não coloque alimento em demasia para que as algas não se multipliquem.
  • Comece com poucos peixes, pois será mais fácil a manutenção.

É preciso que as pessoas tenham consciência de que a decoração de uma casa não se limita apenas ao interior do ambiente. A parte externa é tão importante quanto, e arriscamos afirmar que seja até mais, pois é a porta de entrada, a primeira impressão, e o local onde a natureza estará presente, proporcionando aconchego e relaxamento. Salientamos ainda que um lago ornamental bem feito em um jardim valorizará muito o imóvel.

Bom trabalho e depois conte-nos como ficou!

3 replies to this post