Como fazer o balanceamento de equações químicas


Química orgânica, inorgânica, estequiometria, carbonos, átomos, massa molecular, balanceamento… todas essas palavras dão um certo arrepio em certas pessoas, mas, por vezes, algumas são obrigadas a ver isso.9553 1246371829691766 462x250 Como fazer o balanceamento de equações químicasÉpoca estudantil, ensino médio – não tem como fugir; e esses assuntos são obrigatórios na grade curricular. E a fase do vestibular então? Se você for prestar prova em alguma faculdade, tenha em mente que tais assuntos serão abordados na porva. Então, você precisa aprender a domina-los. Mas não se assuste, não é nenhum bicho de 7 cabeças. Entendendo o assunto, você fará cada exercício com os pés nas costas.4615012174 aca853cbab 500x250 Como fazer o balanceamento de equações químicasQue tal então aprender a fazer balanceamento das equações químicas? O passo a passo irá auxiliá-lo nisso!Al standard devoted nerd 400x250 Como fazer o balanceamento de equações químicasA)     Veja a equação

C + O2  à CO2

Essa já é uma equação balanceada. Por que? Pois o que tem de um lado tem do outro, ou seja, 1 carbono e 2 oxigênios.

B)      Veja a equação

C2H6O + Oà CO2 + H2O

Perceba que há quantidades desiguais dos elementos. Há 2 carbonos de um lado e apenas 1 do outro, a quantidade de oxigênio e de hidrogênio também é desigual. Nesse Caso, é necessário fazer o balanceamento. Veja como.

 1)      Comece acertando o quantidade do elemento químico que só aparece uma vez do outro lado. Nesse caso, é o carbono. Se tem 2 carbonos de um lado e apenas 1 do outro, temos de acertar o lado de lá. Então, ficará assim

C2H6O + Oà 2 CO2 + H2O

Importante: o número “grande” que aparece antes do composto é multiplicado pela quantidade do elemento. O carbono é 1 (que não é necessário representar quando o coeficiente é 1). 2 vezes 1 = 2. A quantidade de oxigênio é 2. 2 vezes 2 = 4.

2)      O hidrogênio só aparece uma vez também. Então, se tem 6 de um lado e dois do outro. Que número multiplicado por 2 é igual a 6? Três, não é mesmo? Então, ficará assim:

C2H6O + Oà 2 CO2 + 3 H2O

3)      Agora é só acertar a quantidade restante de oxigênio. Veja. De um lado há 3 oxigênios, de outro há 7. Com um pouco de lógica, é possível concluir que, se colocarmos o 3 multiplicando a molécula de O2, ficaremos com 6 oxigênios, somado ao que está na molécula C2H6O dá um total de 7 oxigênios. Portanto, a molécula fica assim:

C2H6O + 3 Oà 2 CO2 + 3 H2O

Viu como é fácil? Claro que algumas equações serão um pouco mais complicados, mas a lógica é sempre a mesma. Veja outra dica!

Dica: Nunca coloque números entre os símbolos de uma mesma fórmula. Por exemplo, nessa fórmula C2H6O, você jamais poderá fazer algo como C2H62O.

Dica número 2: deixe sempre (em geral) para fazer o balanceamento do oxigênio por último. Você também pode seguir essa ordem – para balancear os elementos: 1º metais, 2º não metais, 3º oxigênio e 4º hidrogênio. Claro, isso depende do caso, pois na equação que citamos o exemplo, o último elemento que foi mexido foi o oxigênio.

 Mas agora você precisa treinar! Faça exercícios e verá que logo estará fera nisso! Bom trabalho!

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima! Clique aqui para se cadastrar !

6 replies to this post
  1. Muito obrigado isso me ajudou bastante pois eu estou na oitava série e nao estava entendendo isso muito bem.E isso também me ajudou no meu curso porque eu vou tentar CEFET/COLTEC esse ano!

    Muito Obrigado!