Como fazer pamonha salgada


p1

Pamonha é um delicioso quitute feito basicamente de milho verde e tempêros, muito apreciado em todo o território brasileiro, especialmente no nordeste e interior de São Paulo, Paraná, Goiás e Mato Grosso. Pode ser doce, salgada, com ou sem queijo e com sabores, como salsinha, entre outros.

3 F550x45026 Como fazer pamonha salgadaGiselli Carvalho/Flickr

O processo para se fazer a pamonha é um tanto complexo e recomenda-se fazer em duas pessoas, especialmente se a quantidade for de média a grande.

Como fazer pamonha salgada

Ingredientes:

  • 12 espigas de milho verde (o ponto ideal é quando a espiga está bem formada, um pouco antes de começar a endurecer, pois as espigas muito novinhas dão à pamonha um sabor aguado);
  • 1 xícara (chá) de leite, mas se preferir pode fazer com água;
  • 2 colheres (sopa) de sal;
  • 4 colheres de queijo parmesão ralado;
  • Queijo minas em cubinhos, o suficiente para que haja pelo menos um cubinho em cada pamonha;
  • 1 colher (sopa) de margarina (ou banha);
  • 1 colher de pau para misturar a massa;
  • 1 colher (sopa) rasa de açúcar

Como fazer:

  1. Corte a espiga pela base (e não nas pontas) e retire as cascas com cuidado para não rasgá-las. O corte na base garante o formato ideal para que a casca se torne um recipiente para cozinhar a pamonha. As cascas mais finas próximas às espigas podem ser retiradas sem o cuidado de nao rasgá-las, pois essas nao servem para fazer recipientes;
  2. Retire toda a palha e cabelo da espiga;
  3. O modo tradicional de fazer pamonhas pede que as espigas sejam raladas em ralador grosso, pois assim o milho fica no ponto ideal. Mas com a vida moderna e o tempo cada vez mais escasso, cortar os grãos com faca e bater no liquidificador é a forma mais utilizada. Para bater no liquidificador, terá que colocar água e assim a pamonha poderá ficar muito rala. Se for bater no liquidificador, utilize o mínimo possível de água só para facilitar a trituração. Se desejar uma pamonha de massa mais fina, passe essa massa em uma peneira grossa e despreze as palhas que ficarão na peneira. A pamonha tradicional não se penera;
  4. Adicione sal, queijo ralado, margarina (ou banha se preferir), açúcar e mexa bem com uma colher de pau e reserve;
  5. Com um pano limpo e úmido, limpe as palhas e ferva-as por 10 minutos em água, para amolecer e facilitar o trabalho;
  6. Escorra a água quente e jogue sobre as cascas água gelada;
  7. Abra uma palha e segure-a em uma das mãos, Com a outra mão abra outra palha e junte-as frente a frente como se uma “abraçasse” a outra e dobre as pontas, de forma que fique uma cavidade bem fechada, como um copo;
  8. Com uma concha, encha o recipente que se formou com a casca;
  9. Agora abra mais uma casca e com as pontas para cima “abrace” a pamonha: dobre as pontas para baixo e amarre com barbante ou tirinhas feitas com as palhas internas, mais finas;
  10. Coloque para cozinhar em água já fervente por 1 hora. Se a panela não for grande o suficiente, precisará reabastecer a água durante os próximos 60 minutos, mas sempre coloque água quente, pra não prejudicar o processo de cozimento;
  11. Escorra e sirva morna.

1 F550x45023 Como fazer pamonha salgadaPublicDomainPictures/Pixabay

 Dicas

  • Se desejar, varie o sabor acrescentando erva doce nas pamonhas doces ou manjericão nas salgadas;
  • Conserve as pamonhas prontas e não consumidas em geladeira e na hora de servi-las, ferva por 5 minutos em água, pois a pamonha é mais saborosa quente, até para que o queijo dê seu toque especial.

Aproveite essa receita simples, mas que resulta em deliciosas pamonhas, que vão bem no café da manhã, no lanche e até como refeição, não necessitando de acompanhamentos.

Boa sorte!

(Imagem destaque: @rgs/Flickr)