Como fazer rabiola


rabcapa

Soltar pipa ou soltar papagaio é uma brincadeira saudável e por anos faz parte da cultura brasileira. Associada aos brinquedos antigos, a pipa é feita com uma simples armação de madeira, encapada com um papel bem fininho e contêm um “rabo” que lhe sustenta enquanto está nas alturas.

Materiais:

  • 2 sacos plásticos ;
  • Tesoura;
  • Linha.
    rab1 Como fazer rabiola

    Via Flickr

Como fazer:

  1. Corte um pedaço de linha cinco vezes maior que a pipa. Isso é muito importante, pois a rabiola não pode ficar muito pequena. Separe esse pedaço de linha e comece então a fazer a rabiola usando as sacolas de plástico;
  2. Pegue os sacos e enrole-os várias vezes, do fundo até as alças. Segure o saco plástico enrolado e corte-o em vários pedaços, com uma distância de um dedo entre um pedaço. A rabiola deve ser fina e quanto mais pedaços presos nela, mais impulso a pipa terá para subir. O ideal é utilizar dois sacos plásticos de supermercado ou um saco de lixo para uma pipa de tamanho normal;
  3. Depois disso, você deverá prender os pedacinhos cortados na linha que você separou anteriormente. Faça um nó aberto e coloque dentro uma fitinha feita com o saco plástico. Não precisa dar um espaço muito grande entre as fitinhas. Feito isso, em uma das pontas da linha, separe um espaço aproximado de um palmo sem rabiola para que você possa amarrá-la na parte de baixo da pipa, na armação do meio.
    rab2 Como fazer rabiola

    Via Flickr

Dicas:

  • Se você for criança, tome cuidado com a tesoura e só use aquelas que não têm ponta;
  • Nunca use cerol;
  • Não há tamanho limite para a rabiola, o que você não deve fazer é deixá-la pequena demais, pois o vento poderá tirar o equilíbrio de sua pipa e fazê-la rodopiar várias vezes. A rabiola serve como base para que a pipa possa se sustentar no ar.
  • Escolha os locais afastados dos centros urbanos quando for soltar pipa, pois elas podem enroscar em redes elétricas.
    rab3 Como fazer rabiola

    Via Flickr

Dê asas à liberdade e divirta-se. Boa sorte!

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima! Clique aqui para se cadastrar !