Como fazer um RPA


p1

O mercado de trabalho está mudando e cada vez mais é possível ver que os trabalhadores autônomos ou freelancers estão em crescente evolução e com ganhos impressionantes quando comparados com outros trabalhadores registrados.

Mas no campo autônomo também há algumas burocracias que devem ser atendidas e, dentre elas está o RPA, que é o Recibo de Pagamento à Autônomo.

3 F550x45052 Como fazer um RPAPublicDomainPictures/Pixabay

Não se trata de um recibo simples, afinal a empresa que utilizou o serviço do profissional autônomo estará informando formalmente os serviços, os seus dados e os valores que serão a sua base de repasse para órgãos como o INSS e a Prefeitura.

Se você tem dúvidas em relação ao preenchimento do RPA, descubra aqui como fazer da maneira correta.

Como fazer RPA – Passo a passo

  1. Preencha o nome ou a razão social da empresa e lembre-se que não estamos falando do nome fantasia, mas sim a razão social;
  2. Coloque a matrícula que é o CNPJ da empresa ou se tratar de profissionais liberais é o CGC;
  3. Descreva os serviços de uma maneira breve e explicativa, sem destacar como serviços variados, pois cada tipo de serviço é tributado de maneira diferente;
  4. Coloque o número do seu PIS;
  5. Informe o valor do seu serviço prestado;
  6. É necessário informar o Imposto de Renda Retido na Fonte, que é o valor do imposto a ser descontado e recolhido pela empresa e que será declarado na sua Declaração no próximo ano;
  7. Preencha o desconto de INSS de acordo com a percentual de teto para autônomos;
  8. Subtraia os valores que foram descontados, por exemplo, em todos os impostos e então informe o valor líquido, ou seja, aquele que realmente foi recebido, após todos os descontos obrigatórios serem efetuados;
  9. Agora é a hora mais importante é fácil, colocar o seu nome completo no final e a sua assinatura, afinal esse é um documento que precisa ser legitimado por você e que responde a diversas questões importantes para o seu controle financeiro e de impostos.
  10. Pronto, o seu RPA estará pronto e você pode pegar diferentes modelos com os campos já definidos pela internet.

2 F550x45054 Como fazer um RPAtpsdave/Pixabay

Dicas e Truques

  • Você leu o artigo, achou o tema bem interessante, mas mesmo assim acredita que a sua praia não é esse tipo de burocracia? Então procure um contador ou empresa especializada nesse tipo de serviço, pois eles estão preparados para te dar àquela forcinha e deixar para você a parte mais fácil que é informar os dados;
  • Lembre-se que todos os tipos de informação a serem preenchidas nesse documento de prestação de contas devem ser completamente verdadeiras sem nenhuma modificação livre, pois os órgãos regulamentadores podem querer conferir a veracidade de todos os dados informados no RPA.
  • Além de fazer um Recibo de pagamento à autônomo, considere também os preços que você está cobrando pelos seus serviços, afinal os autônomos também pagam impostos e quando esses são colocados no RPA você muitas vezes acaba percebendo que o valor líquido pode não ser tão compensador como fora imaginado e combinado antes, então valorize-se, pois você é um profissional como qualquer outro.

Boa sorte!

(Imagem destaque: PublicDomainPictures/Pixabay)

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima! Clique aqui para se cadastrar !