Como instalar calhas e rufos


2119175706_3467f81f3c

Tanto uma parte do pré como pós-construção, a instalação dos sistemas de calha e rufos em casas é uma das etapas que exige mais cuidado e critério na hora de serem feitas para que os telhados tenham isolamento adequado e eficiente contra a água das chuvas. Vamos ver aqui passos importantes a serem tomados na hora de fazer esse tipo de acabamento externo para evitar custos maiores na hora de reparar más instalações.

Se os telhados são a proteção do forro das casas contra chuva, as calhas e os rufos são a impermeabilização das telhas contra a entrada de água pelos cantos e no encontro do telhado com as paredes. Logo, nem é preciso mencionar o quão importante deve ser a instalação adequada desse tipo de sistema e, principalmente, se adequando ao tipo de telhado que for ser feito.

Primeiro é sempre bom saber os tipos de telhados que são implementados em casas. Os chamados convexos geralmente são aqueles com lados iguais que sempre parte de um mesmo ponto central, declinando para as extremidades. Já os telhados paralelos são todos aqueles que tem essa estrutura diversificada, como por exemplo, seções triangulares apoiadas em paredes, além dos telhados planos que, entretanto, dispensam telhas e sistemas de calhas e rufos.

4987402570 12614151f8 Como instalar calhas e rufosradiozero/Flickr

Se o telhado for convexo é necessário fazer instalação de rufos internos. Eles devem ficar por baixo das telhas, sempre nas seções de interseção entre um lado e outro do telhado, ou seja, nas linhas retas de extremidades que partem do centro do telhado até o final desse nos cantos. Os rufos desse tipo sempre devem ter a largura duas vezes maior que o tamanho das telhas de canto que o cobrirão, para poderem escoar eficientemente a água que possa se infiltrar com os ventos de qualquer direção e, os rufos desse tipo devem ser côncavos.

Em telhados paralelos o rufo é semi interno, em forma de tubo retangular recortado, ou seja, tem apenas dois dos quatro lados do tubo. Ele deve ser instalado junto às paredes, com um dos lados acoplado à parede, e o lado inferior por baixo das telhas.  Esse tipo de rufo necessita de aplicação durante o processo de construção da casa, quando for feita a parede na qual vai ficar apoiado. O rufo deve ser pregado rente a parede e depois então feita a aplicação de reboco.
Alguns profissionais preferem apenas “grudar” a calha no cimento do reboco como uma alternativa para tornar mais econômica a troca do mesmo se for necessário no futuro.

Entretanto, com o tempo, o ligamento entre o cimento e o rufo vai se desgastar com a ação das chuvas e começarão a aparecer infiltrações dentro de casa, como goteiras. Melhor correr o risco de ter de quebrar o reboco nessa parte se for necessário trocar do que ter de trocar todo o forro, e isso significa, retirar as telhas, para trocar a madeira apodrecida.

Além disso, rufos instalados por esse sistema não tem a menor chance de apresentarem problemas com o tempo e precisarem ser trocados, a não ser que caia um meteoro no telhado da sua casa, algo bastante remoto não é mesmo? As extremidades dos rufos devem ter ligação direta com as calhas e, isso será feito de forma profissional com solda. Entretanto, antes a calha deve ser fixada nas paredes com ligamentos também feitos em aço.

Nessa etapa, pode ser opcional a instalação de calhas nas paredes em pvc, por exemplo, com a ponta superior feita em aço para a adequada soldagem. Isso pode ter resultados estéticos não muito elogiáveis, mas é uma alternativa que muitas pessoas usam para baratear os custos. Prefira, entretanto, sempre trabalhar apenas com um tipo de material até mesmo para evitar o critério de achar algo que tenha um ligamento eficiente entre materiais diferentes.

4986799381 37fb088747 Como instalar calhas e rufos/radiozero/Flickr

As calhas na parte do telhado devem ser aparafusadas por baixo nas vigas do esqueleto do telhado. De modo algum faça isso diretamente nas telhas pois com o tempo poderá haver infiltração de água nas mesmas e o peso das calhas quebrará as telhas onde estão aparafusadas, levando todo o sistema das calhas a baixo.A instalação das calhas deve ser feita com um espaçamento de cerca de 10 cm da borda das telhas até a borda mais externa da calha. Isso é essencial para que a água escoe exatamente dentro dessa e não crie cachoeiras em sua casa.

Obviamente a aplicação desses sistemas deve ser feita por profissionais e as dicas valem para você supervisionar e coordenar o processo de como instalar. Não se deixe enganar por alternativas barateiras pois é uma tremenda dor de cabeça ter de lidar com vazamentos do telhado e isso poderá sair muito mais caro do que a demanda de aplicação dos rufos e das calhas de formas eficientes. E como já mencionado, prefira sempre trabalhar apenas com um tipo de material. O aço é sempre o mais indicado pois não oxida e não sofre deformações com as mudanças de temperatura.

(imagem destaque:lcmarcioramalho/ Flickr)

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima! Clique aqui para se cadastrar !