Como lidar com o autismo


6162206912_05582e2191

Autismo se caracteriza por um transtorno que afeta o desenvolvimento global de uma pessoa, prejudicando muitas vezes sua qualidade vida. O autista tem dificuldades para interagir socialmente, dificuldade para se comunicar e apresenta um comportamento restritivo.

O autismo pode variar de pessoa para pessoa, algumas apresentam apenas um comportamento acanhado, enquanto outras não conseguem, de forma alguma, se relacionar com os outros e até podem ser pessoas agressivas.

Estudos recentes comprovaram que o autismo é causado por fatores genéticos e biológicos, porém, traumas causados na infância também podem acarretar o transtorno.

4189850936 1486a8af98 Como lidar com o autismo Keith Williamson/Flickr

Quais são os sintomas

Geralmente, os sintomas do autismo só ficam patentes quando a criança atinge a idade de 3 anos. Nesta fase, a criança pode apresentar os seguintes sintomas:

  • Incapacidade para falar;
  • Ausência de contato interpessoal;
  • Incidências de movimentos repetitivos;

À medida que a criança vai crescendo, ela começa a apresentar outros sintomas, como:

  • Ela não mantém contato visual com as pessoas e também não presta atenção no ambiente em que está;
  • Tem dificuldade para compreender frases e quando fala, costuma repetir frases inteiras fora do contexto da conversa.

5299266366 baed1893c41 Como lidar com o autismo hepingting/Flickr

Como lidar

As pessoas com autismo necessitam de atenção e cuidados especiais. É imprescindível respeitá-las e tentar entendê-las para que elas tenham uma qualidade de vida melhor.

Cada caso exige um tratamento diferenciado, é preciso, desde cedo, que o autista tenha acompanhamento de um psicólogo. Também é importante que toda família participe do processo de tratamento do autista, desta forma, todos poderão ajudá-lo a se desenvolver.

Veja a seguir algumas recomendações para se relacionar como uma pessoa autista:

  • Não fale alto. Os autistas não suportam barulhos altos e ardidos. Fale com suavidade e de forma sussurrada com eles.
  • Os autistas são visuais e não conseguem memorizar longas frases. Quando quiser falar algo com eles, explique de uma maneira bem visual.
  • Os autistas não gostam de mudanças, por isso nem pense em mudar coisas do quarto deles e nem alterar algo em sua rotina.

Dicas

Veja algumas dicas super importantes para você estimular seu filho autista a se desenvolver desde pequeno.

  • Brinque com seu filho na frente de um espelho grande. Sente-se atrás dele e brinque de conhecer as partes do corpo dele. Aponte para a cabeça dele e ajude ele a falar: CA – BE – ÇA. Fale com ele de forma sussurrada, bem baixinha, e vá devagar, acompanhe o ritmo dele. Objetivo: Isso faz com que a criança desenvolva consciência de si e dos outros.
  • Pegue um jornal velho e faça com que a criança o rasgue. Segure nas mãos do seu filho e o ajude a rasgar pedaços cada vez menores. Objetivo: Estimular a coordenação motora da criança.

499179806 98660673ae Como lidar com o autismoalainelorza/Flickr

  • Pegue papel e tinta e deixe a criança pintar a dedo. Vá falando pra ela o nome das cores e a deixe a vontade para se lambuzar. Objetivo: Estimular a parte sensitiva do autista.
  • Arrume três latas: grande, média e pequena. Faça um furo na tampa e brinque com seu filho de colocar bolinhas nas latas. Ajude ele a perceber qual é a lata pequena, a média e a grande. Objetivo: Auxiliar na compreensão dos tamanhos.
  • Dance com seu filho, não tenha meda de fazer passos e coreografias engraçadas. Coloque uma música infantil e chame todos na casa para dançar juntos. Objetivo: Estimular a interação da criança.
  • Deixe o rádio ligado em uma estação AM, onde haja um locutor com a voz forte e grave. Autistas costumam prestar atenção em sons graves, desta forma seu filho tomará consciência das palavras e se acostumará ao idioma. Objetivo: Facilita o aprendizado de entender as palavras.

Boa Sorte!

(Imagem Destaque: SCA Svenska Cellulosa Aktiebolaget/Flickr)

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima! Clique aqui para se cadastrar !