Como montar um ateliê de costura


Dresden_-_Seamstress_at_work_-_2610

Um ateliê de costura é sempre uma forma garantida de se obter renda. Há sempre trabalho para um(a) profissional, que sabe consertar, ajustar, customizar e/ou confeccionar roupas. Há ateliês requintados, que atendem especialmente noivas e clientes em busca de um vestido de festa. Há os intermediários, que produzem roupas da moda, com excelente acabamento, concorrendo diretamente com as boutiques do bairro ou cidade. E há também ateliês populares, que fazem de tudo em termos de costura e com preço bem em conta para sua clientela.

Independente do objetivo do ateliê, os materiais e equipamentos necessários para seu funcionamento são basicamente os mesmos, sendo que o que torna a instalação de um ateliê mais cara é a marca dos equipamentos, o estilo das instalações físicas do ateliê, etc.

Latelier des costumes de lOpéra dOslo 4833070159 Como montar um ateliê de costuradalbera/Wickmedia Commons

Materiais necessários

Para montar um ateliê de costura, você irá precisar de:

  • Máquina reta
  • Máquina zig zag
  • Máquina Overloque
  • Máquina Galoneira (se não for trabalhar com malhas, essa é dispensável)
  • Mesa grande para traço e corte das roupas
  • Armário para organizar fios e caixas com miudezas
  • Mesa para passar roupa
  • Ferro elétrico
  • Tesouras
  • Fitas métricas
  • Régua de 60 cm de madeira ou plástico
  • Fios de linha reta
  • Fios de linha overloque (várias cores)
  • Carbono de costura nas cores amarelo, vermelho e azul
  • Papel de molde
  • Alfinetes
  • Carretilha
  • Agulhas de máquinas e de mão
  • Provador
  • Espelho
  • Cadeiras
  • Se for desejar criar um ambiente para receber bem a clientela, compre também
  • Sofá de 2 ou 3 lugares
  • 1 poltrona
  • mesa de centro com revistas
  • Suporte para água refrigerada
  • Balcão para acomodar uma garrafa de café

3706276560 1e52df0670 Como montar um ateliê de costurastevendepolo/Flickr

Se desejar receber o pagamento via cartão de crédito, há de se adquirir e contratar o serviço de uma operadora de cartão de débito e crédito.

Embora haja uma cobrança de pequeno percentual da venda para utilizar o serviço, compensa, pois é muito mais seguro e se evita de perder clientes, pois muitos consumidores já adotaram e muitos estão adotando o sistema de pagamento de suas contas exclusivamente por cartão, também pela segurança.

Como montar seu ateliê

  1. Se o seu negócio precisar contratar mais de um funcionário (além de você), poderá se cadastrar como empreendedor individual no Portal do Empreendedor e trabalhar legalmente e ainda ficar isento do pagamento de impostos. O CNPJ é gerado na hora. Mas se seu ateliê for precisar contratar mais de um (além de você), então precisará procurar um escritório de contabilidade para abrir uma micro empresa. O sistema de abertura é simples e rápido e o contador cuida de boa parte da burocracia e orienta o cliente quanto à medidas que precisam ser feitas por ele.
  2. Depois do CNPJ gerado, alvará de licença concedido pela prefeitura e licença do corpo de bombeiros (serviços providenciados ou intermediados pelo contador), o ateliê já poderá ser aberto ao atendimento ao público.
  3. Sua empresa precisa porém, ter uma fachada atraente, com o nome da empresa, um telefone e/ou email para contato, mas antes de contratar um pintor ou empresa para executar o serviço, é necessário consultar a prefeitura do seu município, para saber das normas no que diz respeito a fachadas de estabelecimentos comerciais.

O departamento que cuida desse assunto, geralmente é a divisão de planejamento urbano, mas pode mudar de município para município, por isso vale ligar para a central da prefeitura e se informar a respeito.

Essa é a medida formal na ordem correta, no entanto quem já está atuando com um ateliê de costura e deseja se formalizar, não sofrerá nenhuma pena por isso, pode seguir esses mesmos passos e passar a trabalhar de forma legalizada.

1111830655 e1879fef2f Como montar um ateliê de costuraL. Marie/Flickr

Investimentos

O investimento para abrir um ateliê é muito relativo. Irá depender de fatores como:

  • Se o empreendedor vai adquirir máquinas novas ou usadas;
  • Da marca das máquinas;
  • Se o empreendedor já possui as máquinas;
  • Se o ateliê já está montado e em funcionamento;
  • Se o ateliê vai oferecer além do serviço de costura, tecidos e aviamentos para os clientes escolherem, porque nesse último caso além do valor de investimento na montagem do ateliê, precisará também investir em estoque de tecido e armarinhos.

Com essas dicas e o passo a passo, o processo de abertura do seu ateliê de costura está mais claro. É só começar a atuar e lucrar muito nesse ramo tão forte e muito promissor!

(Imagem Destaque: Jorge Royan/Wickmedia Commons)

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima! Clique aqui para se cadastrar !

2 replies to this post