Como pintar paredes passo a passo


pintar paredes

Você está precisando pintar sua casa nova. Ou então está pensando em pintar uma parede na casa onde mora somente para mudar o visual. Ou mesmo está pensando em mudar as cores de todas as paredes, pois estão muito sujas e desgastadas. Porém, o dinheiro que tem não é o suficiente para comprar o material e pagar a mão de obra. Você não sabe o que fazer e como fazer, mas gostaria de tentar, certo? Veja a seguir dicas importantes para que você mesmo possa fazer o serviço de maneira prática e descomplicada e ainda economizar na mão de obra.

pintando paredes 3 F550x450 Como pintar paredes passo a passo

Via shutterstock

Você vai precisar de:

  • Lixas para parede números 50, 80 (para remover tintas velhas) e 120 ou mais, para acabamento.
  • Vassoura de pelo ou piaçava.
  • Jornal velho e/ou lona plástica (vendida em materiais de construção geralmente na cor preta).
  • Fita crepe para isolar portas e janelas quando necessário, ou para tornar o trabalho mais fácil.
  • Balde grande para preparar a tinta.
  • Desempenadeira de aço lisa.
  • Martelo de orelha usado caso seja necessário remover pregos.
  • Alicate universal usado para remover buchas.
  • Chave de fenda e chave Philips, usadas para remover espelhos das tomadas e interruptores.
  • Escova de aço.
  • Escada de abrir pequena.
  • Espátula de aço.
  • Bandeja de pintura.
  • Rolo de pintura de preferência os confeccionados em lã de carneiro.
  • Cabo de vassoura para alongar o rolo e outro para mexer as tintas.
  • Trincha (pincel) para recortar os cantos.
  • Massa corrida para corrigir furos nas paredes causados por retirada de pregos ou buchas e também para remendos na massa.
  • Tinta acrílica ou látex PVA na cor que desejar.

Depois que você cuidou de providenciar todos os materiais da lista acima, vamos finalmente por as mãos na massa.

pintar paredes 2 F550x4501 Como pintar paredes passo a passo

Via shutterstock

Passo – a – passo:

  1. Cubra o piso do local onde irá trabalhar para evitar arranhões e respingos. Você poderá usar o jornal velho ou mesmo a lona plástica. Caso tenha algum móvel cubra-o também se não puder ser retirado do local.
  2. Remova com o auxilio da espátula todos os restos de tinta e massa que eventualmente possam estar soltando. Aproveite para remover pregos e buchas que não estão em uso ou não serão usados, use ferramenta apropriada para cada um. Evite tentar remover parafusos com buchas usando o martelo, pois, ira fazer grande estrago na parede. O ideal é que solte os parafusos um pouco e vá puxando com o alicate até remover as buchas. Caso seja necessário,  use escova de aço para limpar todas as áreas de reboco soltas e verifique se não tem partes ocas, se for este o caso remova todas também com auxilio de um martelo batendo levemente até que permaneçam só as partes firmes.
  3. Lixe toda a parede usando a lixa 50 (mais grossa) para remover uma fina camada da tinta velha para que a mesma fique porosa o suficiente para receber a nova pintura. Repita a operação depois usando a lixa 80, para retirar os riscos maiores causados pela anterior ou pela escova de aço que poderá ter sido usada para remover restos de massa.
  4. Use a vassoura para varrer toda a parede eliminando o máximo de pó possível principalmente junto aos lugares que irão necessitar de remendos. Caso seja necessário, pode-se usar um pano limpo e úmido para auxiliar na remoção do pó.
  5. Aplique com auxílio da espátula e da desempenadeira de aço a massa corrida nos furos dos pregos e bucha e nos locais que necessitem de remendo. Atenção: os remendos feitos com massa corrida devem ser mínimos. Caso as partes a serem remendadas sejam muito profundas,  é aconselhável usar uma argamassa de cimento e areia e esperar secar bem por pelo menos um dia. Para a massa corrida o tempo necessário nas aplicações normais sem excesso é de uma a duas horas. Aguarde.
  6. Lixe após a secagem os locais onde foram aplicados a massa corrida usando a lixa 120 ou mais fina. O ideal é que ao passar a mão sobre as emendas estas estejam o mais niveladas possível com o antigo acabamento. Volte a passar a vassoura para remover o pó.
  7. Isole todas as áreas das portas como alizares (revestimento de madeira que cobre as ombreiras de portas e janelas)  e também as janelas usando jornal velho e fita crepe para evitar respingos e futuras manchas principalmente em alumínio. Aproveite para retirar todos os espelhos de tomadas e interruptores ou então isolá-los, se julgar necessário.
  8. Prepare um pouco de tinta acrescentando água quando necessário, de acordo com as recomendações e indicações do fabricante. Evite colocar muita água, pois ao invés de economizar você vai ter que dar mais demãos para obter uma cobertura ideal. Prefira também o uso de tintas de cor prontas de fábrica ou encomendadas em lojas especializadas evitando o uso de corantes de tingimento, pois além de ser mais trabalhoso irá lhe causar problemas para encontrar a mesma tonalidade caso seja necessário.
  9. Faça todos os recortes nos cantos das paredes, junto ao teto e também em volta de portas e janelas. O recorte nada mais é do que usar uma trincha ou pincel para aplicar a tinta em toda a extensão da mesma em uma largura de aproximadamente 10 cm de largura para evitar respingos ou toques desnecessários do rolo em áreas que não deverão ser pintadas.  Aplique pelo menos duas demãos nos recortes.
  10. Coloque a tinta em uma bandeja de pintura e umedeça bem o rolo retirando o excesso na área da bandeja apropriada para isto, evitando assim respingos supérfluos.
  11. Aplique a tinta fazendo o rolo deslizar pela parede com movimentos em forma de M iniciando da esquerda para a direita e de baixo para cima preferencialmente. Sempre que necessário volte a umedecer o rolo repetindo o processo até obter total cobertura da área a ser pintada. Para as áreas mais altas das paredes use um cabo de vassoura encaixado no cabo do rolo para fazer um extensor. Após esta etapa, aguarde a secagem por pelo menos duas horas e volte a aplicar outra demão para obter uma cobertura perfeita e um melhor acabamento.
  12. Após o término da pintura remova todos os jornais e fitas de isolamento e se for preciso, use um pincel ou trincha para eliminar eventuais falhas junto às partes que foram isoladas. Aproveite para remover os jornais ou plástico que estavam protegendo o chão e os móveis, limpe com um pano úmido algum respingo que tenha ocorrido.
pintando paredes 4 F550x450 Como pintar paredes passo a passo

Via shutterstock

Muito bem! Viu como é fácil pintar uma parede? E o melhor é que assim você economiza um bom dinheiro com a mão de obra. Se você seguir as dicas direitinho não terá problemas e ficará surpreso com o belo trabalho que executado. Desejo-lhe boa sorte na tarefa e felicidades na casa nova.