Como podar árvores frutíferas


800px-Naranjas_valencianas-F550x450

O objetivo da poda de qualquer árvore é dirigir o crescimento, normalizar os galhos, aumentar a capacidade de auto sustento das ramificações e do tronco principal, entre outros. Mas, no caso de árvores frutíferas, existem outras premissas que devem ser consideradas. A principal é a produção de frutas, que somente é otimizada com uma poda cuidadosa e correta. Para isso, é necessário conhecer alguns conceitos sobre poda e, também, estudar os casos específicos das árvores frutíferas, de acordo com a espécie e o tipo de fruta a ser produzido. É a mesma coisa que conhecer a natureza de cada árvore, para praticar uma poda sem prejuízo à produção.

800px Naranjas valencianas F550x450 F550x450 Como podar árvores frutíferasWikimedia Commons

Como podar árvores frutíferas

Conceitualmente existem quatro tipos de poda, mas dependerá muito da necessidade de cada planta. O ideal é conhecer as peculiaridades das árvores frutíferas para praticar a poda e maximizar a produtividade. Para podar, vai precisa apenas de uma tesoura apropriada pra ramos menores, ou de um serrote para cortar galhos um pouco maiores. Esses equipamentos são facilmente encontrados em agropecuárias e lojas do gênero. O corte do galho deve ser sempre feito próximo ao tronco maior em que está ligado.

Tipos de poda

  • Poda de formação - A poda de formação está diretamente ligada ao direcionamento em que o produtor pretende dar à planta. O ideal é manter, no máximo, quatro galhos principais para que a distribuição de nutrientes não seja prejudicada. Em espécies de rápida frutificação, essa poda deve ser adequada apenas ao primeiro e segundo ano após o plantio. Em espécies que demoram mais para produzir, a poda de formação deve ser utilizada por até quatro anos.
  • Poda de limpeza - Independente da idade da árvore, podem surgir galhos com pouca vivacidade, secos e que, possivelmente, não acompanhem a produção dos outros galhos, nem em quantidade e muito menos em qualidade. A eliminação desses galhos é conhecida como poda de limpeza.
  • Poda verde - O objetivo da poda verde é direcionar o oxigênio e os raios solares por toda a planta. Então, se as folhagens do topo da árvore impedem a passagem desses elementos para galhos periféricos ou na parte mais baixa da planta, elas devem ser eliminadas de acordo com a necessidade, tomando cuidado para não cortar em demasia. Procure sempre eliminar os galhos com menos vida.

800px Naranjas valencianas F550x450 F550x450 F550x450 Como podar árvores frutíferasWikimedia Commons

  • Poda de frutificação - A poda de frutificação é utilizada para eliminar galhos que já não produzem mais. Esses galhos ficam secos e perdem a capacidade de produzir com o passar do tempo ou, até mesmo, por causa da espécie da fruta que não permite a produção por mais de um ano. Assim, devem ser eliminados para melhorar a distribuição de nutrientes e maximizar o cultivo. A poda de frutificação também é utilizada naquelas árvores que carregam demais e, por esse motivo, prejudicam a qualidade dos frutos. Eliminando alguns galhos é possível melhorar a produção dos outros. Se não quiser eliminar o galho, nesse caso, pode-se fazer o raleio, retirando algumas frutas de todos os galhos.

Dicas

  • Conheça as necessidades de cada planta para realizar a poda. Algumas árvores produzem apenas um ano por galho, dessa forma é preciso podar os galhos que já deram frutos, para maximizar o cultivo nos outros. O pessegueiro e a figueira são exemplos de plantas que só produzem em novos galhos.
  • Evite deixar galhos podados no chão, próximo às árvores. Poderão trazer doenças e castiçar outras plantas.

Conhecendo as árvores que precisam podar e seguindo essas dicas de podas, é possível manter um pomar bonito e maximizar o cultivo das plantas.

Boa sorte e sucesso sempre…

(Imagem destacada: Wikimedia Commons)

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima! Clique aqui para se cadastrar !