Como prevenir e identificar pneumonia canina


cao_dest

Quando decidimos conviver e cuidar de um animal, seja ele um gato, pássaro ou cachorro, temos a obrigação de praticar a Posse Responsável para que essa convivência seja a mais harmoniosa e feliz possível.

Mas o que esse termo significa? Que devemos tomar alguns cuidados, zelando pelo bem-estar físico e psicológico do animal e suprindo todas as suas necessidades até o fim de sua vida. Isso significa:

cao5 Como prevenir e identificar pneumonia canina

  • Alimentá-lo de forma correta,
  • Vacinar o animal anualmente,
  • No caso de um cão, não acorrentar nem deixá-lo confinado num local pequeno,
  • Não maltratar,
  • Proporcionar tratamento veterinário adequado quando necessário,
  • Dar a ele um local adequado para viver, abrigando-o do frio e chuva.

Isso tudo se torna até simples e prazeroso se o animal for jovem, saudável, cheio de vitalidade e energia. Mas quando chega a velhice, ou alguma doença, ai que começam os problemas e as dificuldades entre cão e dono.

A primeira dificuldade é perceber quando seu cachorro está doente. Isso nem sempre é uma tarefa fácil. É necessário muita atenção da parte dos donos, e daí a importância de conviver de perto com seu animal. Se ele fica no quintal sozinho a maior parte do tempo,  ou se fica preso num canil nos fundos da casa e o máximo que a família faz é dar comida e água, obviamente será bem mais difícil observar as pistas mais sutis que eles nos dão, mesmo porque, um cão quando está doente faz de tudo para que seus donos não percebam. Esse comportamento é instintivo da parte deles, e se origina de seus ancestrais, pois um membro doente na matilha selvagem é sempre abandonado pelos outros membros porque representa atraso e perigo de serem seguidos por predadores. Então tenha certeza que seu cãozinho fará de tudo para disfarçar sua doença. Esteja atento!

cao Como prevenir e identificar pneumonia canina

Nesse artigo vamos orientar a respeito da PNEUMONIA CANINA:

  • Como podemos identificar um cão doente,
  • Sintomas
  • Possíveis tratamentos
  • Formas de Prevenção

A Pneumonia é uma doença que inflama o pulmão, é geralmente causada por uma infecção. Fungos, vírus, bactérias ou protozoários são capazes de provocá-la, até a aspiração de um liquido ou alimento pode provocar essa doença. A Pneumonia pode acontecer através de uma gripe, ou outra doença que baixe a imunidade, como a Cinomose, Tosse dos canis, etc. Por isso costumamos dizer que a pneumonia pode ser uma doença secundária, ou seja, adquirida a partir de outra enfermidade e consequência da queda de imunidade do animal.

Sintomas:

Para perceber se seu cão está com pneumonia a primeira coisa a observar é se ele tem tosse. A Tosse dos cães é diferente. Parece que o cachorro está engasgado e o latido é rouco. Muitas vezes por tossirem demais acabam vomitando ou tendo ânsias de vomito constantes. Também podem apresentar dificuldade em respirar ou respiração ofegante, além de ficarem apáticos e perderem o apetite.

cao2 Como prevenir e identificar pneumonia canina

Outros detalhes a serem observados:

  • O modo como o cão olha, (olhar triste e desanimado indica que o cão não está bem)
  • O modo como ele come e bebe,
  • Se perdeu peso,
  • Se apresenta falta de apetite.

Isso tudo é sinal para levá-lo o mais rapidamente possível ao veterinário, pois só ele pode detectar através da ausculta dos pulmões, radiografias e exames específicos (para saber qual o agente causador da doença) se seu cão está realmente com pneumonia ou alguma outra doença

Tratamento:

Detectado o problema, o veterinário irá prescrever a medicação. Geralmente a Pneumonia é tratada com antibióticos, xaropes e antitérmicos, boa alimentação, repouso e se o caso for muito grave é necessário internar o animal.

Prevenção:

Não existem medicamentos preventivos para a pneumonia e nem são aconselhados. A melhor forma de prevenir essa doença ou qualquer outra é cuidar de forma correta de seu animal:

  1. Leve seu animal periodicamente para consultas ao veterinário também com objetivo de tomar as vacinas recomendadas (inclusive contra Gripe dos cães).
    Nessas consultas o profissional fará exames completos em seu amigo, vai apalpar o animal pra detectar possíveis tumores, verificar olhos, ouvidos, pelagem, dentes e verificar temperatura. Essa consulta deve ser feita pelo menos uma vez por ano.
  2. Esteja atento a alimentação de seu cão. Rações de boa qualidade são importantíssimas para colaborar com a boa saúde de seu cão. Cuidado! O barato sai caro! Rações vendidas a granel e muito baratas não fornecem os nutrientes necessários que seu cão necessita.
  3. Abrigue seu animal. Os Cães, independente da raça, tamanho e idade podem ser vitimas de resfriados, gripes, tosses e doenças respiratórias, principalmente no frio

Devemos ter um cuidado especial com os que dormem fora de casa, em quintais, varandas e áreas de serviço. Esses devem ser abrigados das correntes de ar e chuva, principalmente nas madrugadas e jamais ficar com corpo molhado. Os de pelo curto e ralo devem ser agasalhados com roupas quentes, pois são mais sensíveis ao frio, que interfere muito no metabolismo do animal, diminuindo a resistência e tornando o cão mais propenso a infecções, entre elas: Tosse dos canis, Pneumonia, rinites e outras infecções oportunistas.

cao1 Como prevenir e identificar pneumonia canina

E por fim cuide de seu animal como cuidaria de alguém da família. Ele depende de você! Um cão que recebe alimentação adequada, abrigo, carinho e atenção dificilmente ficará doente.

17 replies to this post
  1. Eu tenho um cachorro do qual sou apaixonada ele esta passando por isso estou tao preocupada mas fazendo tudo por ele , afinal ele faz parte de nossas vidas a 12 anos como ficar sem ele ? não dá preciso ajuda-lo até onde for possível . Meu amigo Juba o melhor amigo que já tive ele é maravilhoso .

  2. Tenho um filhote com dificuldades para latir. O latido sai como estivesse rouco. O Outro é uma cadela Akita e que, devido ter que tomar banhos regulares por causa de um problema de pele, eu observei que esta com a respiração ofegante e com pouco apetite. Achei que fosse por causado calor que esta fazendo no Rio, mas lendo a matéria, ela pode estar com pneumonia, preciso leva-la ao veterinário para um diagnostico preciso.

  3. Parabéns pelo post de uma informação super importante. Descobrimos que a cachorrinha daqui de casa está com todos esses sintomas: apática, quase não come e tem umas tosses que realmente parece um engasgo.

    Muito obrigado pela grande informação.

  4. O meu cãozinho está com pneumonia. Foi detectado ontem no veterinário. É um filhote weimaraner com dois meses. Estranhamos o "chiado" em sua respiração. Os sintomas são exatamente os descritos no post. O antibiótico recomendado para ele foi o Zitrex, ministrado uma vez ao dia.