Como recuperar parachoques


800px-E60_front_bumper

As peças externas dos automóveis são as que mais estão expostas aos impactos violentos. Normalmente, os acidentes com batidas frontais costumam danificar esta área dos carros, sendo os parachoques os itens mais atingidos. Em alguns casos os objetos são completamente destruídos, porém, em outros sofrem apenas alguns arranhões, podendo ser perfeitamente restaurados.

A partir da recuperação destas peças é possível manter o veículo em seu estado original, fazendo com que ele continue funcionando da maneira adequada, evitando transtornos durante a condução em todos os tipos de estrada. Com este processo também é possível reduzir o número de manutenções pagas e consequentemente economizar financeiramente.

Car with frontal collision F550x450 Como recuperar parachoquesWikimedia Commons

Hoje em dia a maioria dos parachoques é feita em plástico, o que facilita a restauração; se o trabalho for bem feito a peça pode ficar com a mesma aparência de quando era nova, dispensando a troca. Para que isto aconteça, basta seguir algumas dicas e dispor dos materiais certos.

Como recuperar parachoques:

  1. Retire o parachoque para dar início ao processo de recuperação. Para cumprir este procedimento será necessário utilizar uma chave L e outra de boca n°10. Com uma das mãos encaixe esta última ferramenta nas laterais da superfície a ser retirada, utilizando o primeiro utensílio pressione os parafusos e vá deslocando-os até soltá-los completamente. Nesta etapa deve-se tomar cuidado para não danificar ainda mais o artigo. Portanto, tire-o com cuidado.
  2. Coloque a peça sobre um local amplo e reto, dessa maneira é fácil de manuseá-lo e o consertar. Agora, utilizando a chave de boca, desmonte toda a estrutura, assim é possível otimizar a identificação das áreas que estão danificadas e necessitam de restauração.
  3. Pegue uma pistola de solda de plástico e um soprador térmico, estes instrumentos são fundamentais para remover os amassados e unir as partes separadas. Ligue o soprador e aponte para a área que está com ondulações, passe sobre o local até que ela volte ao normal. Logo em seguida, aplique um pano úmido, assim resfria-se o local para que o trabalho siga adiante.
  4. Ligue a pistola de solda e junte as partes que estão quebradas, caso tenham acontecidos rasgos devido ao impacto sofrido. Para realizar esta tarefa use luvas e máscara para se proteger. Verifique se as áreas vão ficar bem fixas sem o perigo de se soltar com facilidade.
  5. Pinte a superfície do parachoque que está arranhada. Primeiramente, pegue uma pistola especial para pintar veículo, preencha o espaço interno com tinta de carro da mesma tonalidade que o automóvel. Utilizando o botão pressione para soltar pequenos jatos de tinta, aponte a ferramenta para o local exato onde está descascado, evitando o acúmulo do produto em outras áreas. Para não ter este problema, uma dica é recortar um papelão com o formato do local que precisa ser pintado e colocar sobre a área, assim diminui-se o risco de borrões.  Aplique duas camadas de tinta para não criar relevos. Passe uma camada de poliéster para potencializar o efeito da pintura. Deixe a peça secar por aproximadamente 5 horas.
  6. Instale o parachoque no lugar. Após aguardar a secagem, utilize as chave de boca e L para recolocar o item. Una todas as peças, deixando-as bem encaixadas. Agora, pegue o objeto completo e fixe na superfície do carro, com as ferramentas aperte bem os parafusos. Feito isso, o trabalho está pronto.

Bumpers 4982843667 F550x450 Como recuperar parachoquesWikimedia Commons

Por fim, não se esqueça de desmontar o artigo com cuidado para não aumentar o estrago, espere a tinta secar para só depois repor a peça no carro, pois do contrário todo trabalho realizado será perdido. Com esta dica simples é possível fazer uma restauração rápida e eficiente, evitando a troca e reduzindo os custos com os consertos feitos em oficinas.

Bom trabalho e boa sorte com a restauração!

 (Imagem Destacada: Wikimedia Commons)