Como se tornar um psicanalista


162833840_2388d176dd_b-F550x450

A psicanálise é fascinante, e tem a proposta de desvendar os nossos sentimentos, vontades e comportamentos. Criada por Sigmund Freud, foi revolucionária em sua época, ao apresentar uma abordagem completamente diferente dos problemas psíquicos e propor um método e uma técnica de atendimento aos pacientes que sofriam com eles. A psicanálise foi tão importante, que até hoje é uma das correntes mais influentes da psicologia, e também constitui uma das bases da psiquiatria moderna ao propor estudos e classificações dos transtornos mentais, que posteriormente foram adotados pela própria psiquiatria.

Se tornar um psicanalista, porém, não é tão simples como parece. E a proposta desse texto é justamente ensinar como fazê-lo, bem como dar algumas dicas e sugestões para isso.

5033753910 e096f503a5 b F550x450 Como se tornar um psicanalista prodculturalbr/Flickr

Os cursos de psicanálise e suas variadas exigências

Existem várias escolas de psicanálise, e cada uma delas pode ter exigências particulares para se estudar a disciplina e se tornar um clínico. Mas em linhas gerais, você terá que ser formado em alguma faculdade, e passar pelo processo de análise durante o curso, e possivelmente deverá continuar em análise depois de formado. A faculdade exigida, em alguns casos, é medicina ou psicologia. Em outros cursos, admite-se outras formações. Você deverá entrar em contato com a instituição de interesse para obter maiores informações. A dica é: procure as instituições de maior renome, e que sejam filiadas às sociedades internacionais de psicanálise, assim você terá melhores condições de receber uma boa formação. Mas ainda existe outra forma de se trabalhar como um psicanalista.

Psicologia Versus Psicanálise?

Conforme expusemos no começo do texto, a psicanálise faz parte do corpo teórico da psicologia, uma vez que a psicologia abrange todas as teorias que se propõe a estudar o psiquismo humano e o seu comportamento individual ou em sociedade. Dessa forma, ao se cursar psicologia, o aluno terá contato com a teoria psicanalítica em suas várias correntes (Freudiana, Lacaniana, Jungiana, etc), e poderá optar por fazer a sua atuação embasado em alguma dessas correntes. Dessa forma, esse profissional será um psicólogo que atua com a corrente psicanalítica como base teórica e filosófica, dentro da clínica. Um psicanalista, para todos os efeitos práticos, mas um psicólogo de formação. Existe um certo preconceito por parte de quem fez a formação própria em psicanálise, com quem é psicólogo e trabalha com a psicanálise. Embora quem faça psicologia possa fazer o curso específico de psicanálise depois (como mencionado no ponto anterior), isso não é um pré-requisito, para ser um psicólogo com abordagem psicanalítica.

Psicanálise Versus Psiquiatria?

Se você se tornar um Psiquiatra, terá como um dos seus livros de cabeceira a Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde, que está em sua décima edição, também conhecida como CID-10. A parte do CID-10 que trata dos transtornos mentais bebe fortemente na fonte da psicanálise, permitindo assim um ótimo diálogo entre as duas disciplinas. Mas diferente da formação em psicologia, o psiquiatra não poderá fazer um atendimento clínico usando a abordagem psicanalítica, embora ele possa até vir a ser familiar com as suas teorias. O que certamente, facilita uma posterior formação específica em psicanálise.

3488162801 b99a8a25d2 o F550x450 Como se tornar um psicanalista cpfl cultura/Flickr

Esperamos que nossas dicas e sugestões contribuam para que você saiba como se tornar um bom psicanalista.

(Imagem destacada:  aturkus/Flickr)

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima! Clique aqui para se cadastrar !