Como ser um correspondente BMG


p1

Correspondente bancário é uma pessoa jurídica (empresa) em qualquer ramo de atividade, que intermedia o banco e seus clientes, através da prestação serviços básicos de recebimento, depósito e outros para um banco.

2 F550x45010 Como ser um correspondente BMGPublicDomainPictures/Pixabay

Os correspondentes bancários desafogam as filas nos caixas das unidades bancárias convencionais e tem tido a preferência do cliente pela inexistência de filas para fazer os seus pagamentos. Empresas como papelarias, panificadoras, lojas de utilidades, mercados são alguns entre os ramos de atividade que podem ser um correspondente bancário. Sendo que entidades sem fins lucrativos, também podem, desde que previsto e autorizado pelo estatuto que rege os trabalhos da instituição.

Quanto ganha

Além de uma taxa por cada operação feita para o cliente em nome do banco, o comerciante tem outras vantagens com o aumento de fluxo de pessoas em seu estabelecimento, como: aumento nas vendas, fidelização do cliente, diferencial em relação ao seu concorrente, dentre outros.

Tanto no caso do banco BMG como qualquer outro, o passo a passo não muda muito, o caminho é basicamente o mesmo.

Confira como se tornar un correspondente bancário:

Pré requisitos

Ser correntista (pessoa jurídica) do banco e não possuir restrição nem pendências com a Receita Federal.

O que precisará ter ou providenciar

  •  Empresa constituída há 3 anos;
  • Linha telefônica convencional;
  • Internet Banda Larga

Passo a passo:

  1. Se você tem um comércio, com espaço físico para atender os clientes do banco, procure a agência BGM mais próxima do seu estabelecimento e fale com o atendente designado para tratar desse assunto;
  2. O banco fornecerá uma lista de documentação necessária. É só providenciar tudo conforme solicitado e voltar à agência para dar início ao processo oficialmente;
  3. O banco redigirá um contrato em que a empresa passará a ser seu correspondente com os direitos e deveres de cada parte explícito. O candidato a correspondente deve ler atentamente e não assinar enquanto houver dúvidas, pois uma dúvida pode se tornar um grande problema no futuro. Com tudo assimilado e concordado entre as partes procede-se a assinatura do documento, que tem prazo estipulado e precisa de tempo em tempo renová-lo;
  4. Após assinatura do contrato vem a parte prática, a instalação física do correspondente bancário BGM, com a instalação de um software específico e necessário no compudator da empresa, além do treinamento;
  5. Com todas as etapas cumpridas é só colocar um aviso(placa) bem visível de que seu estabelecimento presta serviços do BGM ou do banco em questão e iniciar o atendimento. Vale também avisar seus clientes através de mala direta, email marketing ou outra forma de relacionamento que a empresa tiver com seus clientes. É importante esse aviso, pois evita que o seu cliente se desloque para outro correspondente ou agência, retenha a presença do seu clientes, oferecendo-lhe os produtos e os serviços de que ele precisa corriqueiramente e fidelize-o.

 1 F550x4507 Como ser um correspondente BMGgeralt/Pixabay

Vale salientar que correspondente bancário e lotérica são modalidades diferentes, sendo que lotérica é autorizado exclusivo da Caixa Econômica Federal.

O correspondente bancário recebe boletos de qualquer banco até o vencimento, contas de água, luz, telefone, internet e tributos municipais como o IPTU, pagamentos e saques de correntistas do referido banco, entre outros.

Aproveite essas dicas e passo a passo e comece hoje mesmo a agilizar o processo, para que sua empresa possa oferecer mais esse diferencial à sua clientela!

Boa sorte!

(Imagem destaque: Jeff Belmonte/Flickr)