Como tirar cicatrizes


shutterstock_68659687-F550x450

 

Os acidentes ocupacionais e cirurgias estéticas deixam consequências psicológicas e físicas, sendo este um grande problema que acompanha um grande número de pessoas por toda a vida. Ou melhor, acompanhava, até os primeiros inventos para a eliminação destas marcas corporais causadoras de traumas, vergonha e distúrbios comportamentais.

As cicatrizes podem ser originadas de diversos contextos e, quanto mais profunda for, mas complicado e intenso será o tratamento removedor de suas características na pele. As mais comuns são as cicatrizes obtidas em acidentes, cortes, machucados, feridas, cirurgias e também aquelas que aparecem ao se retirar cravos e espinhas com as unhas, atingindo o tecido corporal e modificando sua estrutura se a área for danificada.

Quem possui uma cicatriz, mínima ou expostamente visível, busca na medicina e nas receitas caseiras as soluções que eliminem sua aparência e as escondam na pele, para que não mais fiquem perceptíveis aos olhares alheios e também que não atinga a vaidade e o ego próprios de cada um. Para isso, existem formas e maneiras diferentes que atuam diretamente na cicatriz, mas que não conseguem extirpá-la totalmente. O máximo alcançado é uma “incorporação natural” da cicatriz na pele, tornando-a menos agressiva e mais próxima de um conceito estético e aumente a auto-estima de quem a carrega.

Confira agora como você pode diminuir os efeitos que as cicatrizes deixaram em sua pele e saiba como agir de acordo com cada o tipo de cicatriz e suas origens.

shutterstock 15365110 F550x450 200x300 Como tirar cicatrizes

Via shutterstock

Antes de fazer ou experimentar qualquer tipo de receita caseira, o ideal e mais acertado é consultar um especialista da saúde da pele, ou dermatologista, que irá identificar que tipo de cicatriz você possui e o que deve fazer para melhorá-la, já que a remoção total é praticamente impossível. Outra questão muito importante: Qualquer método que você utilizar na pele, seja ele químico ou caseiro, deve ser administrado e mantido fora do alcance solar e de altas temperaturas. Muito cuidado para não queimar sua pele, já que o sol, por si só, já altera as propriedades principais do tecido corporal.

Como tirar Cicatrizes – Dicas:

  1. Cicatriz por Espinha: Ao espremer as espinhas no rosto ou pelo corpo é comum que a pele reaja e produza uma coloração escura, que pode ser entendida como uma ferida que você mesmo causou. Para solucionar este problema você pode passar cremes esfoliantes ou hidratantes para reativar a ação natural da pele entendendo que uma ferida ou machucado, significa “pele morta”, adormecida e sem ação. Se os cremes não resolverem de imediato, tente esta receita que ajuda a revitalizar as células da pele, mas só a utilize se a cicatriz estiver totalmente “fechada”. Você vai precisar de: 1 xícara de leite; 1 colher de iogurte natural; 1 colher de sopa de suco de limão e 1 colher de mel. Misture tudo em um pote e aplique sob a cicatriz, aos poucos. Coloque uma atadura ou gaze sobre a mesma e deixe por uma hora. Depois lave bem a área e repita este processo de duas a três vezes por semana.
    shutterstock 86580949 F550x450 300x199 Como tirar cicatrizes

    Via shutterstock

  2. Cicatriz por Acidente: Esse é o tipo de cicatriz mais profundo e merece cuidados redobrados. Além disso, a pele demora mais pra se fechar e as fissuras podem acumular fungos e bactérias. Para esse tipo de situação o mais indicado é o tratamento á laser, administrado por dermatologistas. Não é recomendado passar receitas caseiras e produtos químicos em cicatrizes profundas: o risco de infecção é enorme. Nesses casos o melhor a se fazer é procurar um profissional especializado em doenças de pele e ir aplicando sessões de pelling, uma eficiente forma de alívio das consequências de cicatrizes expostas.
    shutterstock 64388356 F550x450 200x300 Como tirar cicatrizes

    Via shutterstock

  3. Cicatriz por Cirurgia: Assim como as cicatrizes por acidente, aquelas adquiridas através de cirurgia deixam marcas visíveis e indesejadas, principalmente nas mulheres, vaidosas por natureza. Cesariana, silicone e lipoaspiração são tipos de intervenção cirúrgica comuns, principalmente em nosso país, já que o acesso as clinicas estéticas está cada dia mais fácil. Nestes casos, geralmente as pacientes recebem indicação de cremes e dicas dos próprios médicos para melhorar a aparência posterior da pele. Caso a cirurgia já tenha mais de seis meses de repouso, você pode aplicar, para otimizar a aparência de sua pele, a receita descrita no item acima e ir acompanhando seus efeitos, positivos ou negativos.

Outra dica muito importante é não passar nenhum produto com forte concentração de álcool, pois isto que pode danificar a consistência da pele e causar ardência profunda. Faça uma pesquisa de produtos cicatrizantes e só os utilize se a cicatriz estiver fechada.

Boa Sorte!

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima! Clique aqui para se cadastrar !