Como tirar verrugas


verrugas

As verrugas são pequenos tumores benignos de origem virótica que surgem na epiderme e, com menor frequência, nas mucosas. O vilão da história é o vírus HPV, da família papiloma vírus humano, responsável pelo crescimento anormal das células da epiderme, formando as verrugas.

194024495 26145426df o 600x250 Como tirar verrugasAo contrário do que a maioria das pessoas pensa, as verrugas podem ser contagiosas. O contágio pode ocorrer devido à baixa imunidade do corpo, através de machucados na pele, auto inoculação, ou ainda por meio de contato com pessoas contaminadas, como nas relações sexuais e no momento do parto. Portanto, é aconselhável evitar coçar e tocar em verrugas, de modo a prevenir transmissões. Caso haja contato, lave bem as mãos.

Entre os vários tipos de verrugas, os mais comuns são:

  • Verruga filiforme – são alongadas e salientes, atingindo geralmente o pescoço e a face.
  • Verruga vulgar – são verrugas esbranquiçadas, endurecidas e ásperas, podendo mudar de cor com o tempo.  Afetam as mãos, dedos, joelhos e cotovelos, de forma isolada ou em placas.
  • Verruga plana-juvenil – atingem geralmente os membros e as faces. São amareladas ou acastanhadas, pequenas e bem mais macias que as verrugas vulgares.
  • Verruga plantar – são aquelas que nascem nas plantas ou solas dos pés, muito confundidas com calos. Mostram irregularidade na sua área central, e uma camada endurecida de pele em sua volta. Com o tempo, o peso do corpo exercido sobre elas faz com que cresçam para dentro da planta do pé, provocando inconveniência e dor. São vulgarmente conhecidas por “olho de peixe”, devido aos pequenos pontos escuros que apresentam.
  • Verruga periungueal – as famosas verrugas que costumam nascer ao redor das unhas. Um terror para as mulheres.
  • Verruga anogenitais – Também chamadas de condiloma acuminado, essas verrugas aparecem na mucosa da região genital, uretral, oral e perianal. Distinguem-se por serem macias e rosadas e apresentarem aspecto vegetante, assemelhando-se à uma couve-flor. Geralmente são precursoras de tumores malignos, principalmente do câncer de pênis e do câncer de colo de útero. Podem formar blocos ocupando áreas amplas e obstruindo o ânus e a vulva, sendo chamadas, netse quadro, de condiloma acuminado gigante de Buschke e Lowoenstein.

2825069064 11af21723b o 600x250 Como tirar verrugasAlgumas pessoas já se acostumaram tanto com as verrugas que dizem fazer parte da sua personalidade, outras porém, dariam tudo para extraí-las, para livrar-se do constrangimento ou por uma simples questão de estética. Saiba como tirar verrugas as por conhecimentos empíricos ou por intervenção cirúrgica.

Casca de Banana

  1. Adquira uma casca de banana madura.
  2. Friccione a parte interna da casca na verruga durante 3 a 5 minutos.
  3. Repita a operação por 3 ou 4 vezes ao dia, e a verruga se dissolverá dentro de uma semana.

Aspirina

  1. Providencie uma aspirina, um pequeno recipiente com água e cotonete.
  2. Umedeça a aspirina no recipiente com água.
  3. Friccione o cotonete na aspirina umedecida, de modo a impregnar o algodão com partículas do medicamento em estado de liquefação.
  4. Friccione agora o cotonete na verruga para que a aspirina liquefeita seja absorvida pela pele contaminada, ou seja, pela verruga. Não é preciso movimentos fortes, o que poderá acarretar lesões ou irritações na pele.
  5. Repita a operação 3 vezes por dia, durante 1 a 3 semanas, e a impertinente verruga se dissolverá.

Óleo de rícino e bicarbonato de sódio

  1. Providencie bicarbonato de sódio, um vidro de óleo de rícino, uma agulha de aço inox esterilizada, band-aids (ou qualquer outro curativo adesivo) e uma lixa de unha.
  2. Lave bem a verruga com água e sabão neutro.
  3. Enxugue a verruga deixando-a um pouco úmida.
  4. Friccione levemente a lixa na verruga.
  5. Faça furinhos na lesão servindo-se da agulha esterilizada.
  6. Adicione o bicarbonato de sódio no óleo de rícino até que se forme uma pasta líquida. Utilize uma nova pasta a cada aplicação.
  7. Proteja a área com o curativo adesivo caso a epiderme seja a área afetada. Mucosas, genitais e ânus não devem ser cobertos pelo curativo adesivo, devendo o método se limitar à aplicação da pasta ou unguento.
  8. Repita a aplicação 3 vezes por dia, durante 1 a 3 semanas.

Agora para aqueles que preferem os tratamentos médicos tradicionais, segue a descrição dos mais comuns:

Curetagem

A verruga é removida mediante a raspagem com um instrumento denominado cureta.

Eletrocoagulação

Remove-se a verruga com um instrumento chamado bisturi elétrico.

Criocirurgia

Elimina-se a verruga servindo-se de nitrogênio, cuja ação faz com que ela seja queimada por congelamento.

Cauterização

A verruga é destruída por meio de substâncias ácidas. Existem pomadas que contêm ácido lático ou ácido salicílico, como a vaselina salicílica, que possui concentração de 15% a 20%.

Dicas e observações importantes

  • Algumas verrugas são ocasionadas por doenças sexualmente transmissíveis, outras decorrem de contaminações alheias ao vírus HPV. Portanto consulte sempre um médico antes de tomar qualquer das medidas explicadas.
  • Com exceção das verrugas plantares, que costumam doer ao andar, e das verrugas anogenitais, que costumam causar incômodo e coceira, as verrugas em geral não doem.
  • Além da verruga vulgar e do papiloma escamoso, o HPV pode causar ainda uma lesão chamada condiloma acuminado, semelhante às duas anteriores.
  • Exames como a biópsia, o Papanicolaou e a colposcopia podem identificar os sorotipos de HPV.

Boa sorte!

1 reply to this post