Como tratar cicatriz hipertrófica


5656979345_0967cd23c2

As cicatrizes hipertróficas aparecem geralmente em forma de relevo, avermelhadas ou como protuberâncias na superfície da pele. Normalmente não se estendem para além dos limites da ferida que levou à formação de cicatrizes. Ao longo do tempo, as cicatrizes hipertróficas geralmente curam gradualmente e melhoram a sua aparência. Felizmente, existem muitas coisas que a pessoa pode fazer para acelerar o processo de cicatrização.

Com cuidados regulares, é possível reduzir significativamente a aparência das cicatrizes hipertróficas e até mesmo se livrar delas completamente. Nesse artigo veremos qual a melhor maneira de como tratar uma cicatriz hipertrófica, melhorando a estética da pele da pessoa afetada por esse tipo de cicatriz.

2369683721 0571aa136f 300x225 Como tratar cicatriz hipertrófica

Via Flickr

Tratamento para cicatrizes hipertróficas

Em primeiro lugar você deve primeiro distinguir entre uma cicatriz hipertrófica e queloides. A cicatriz hipertrófica geralmente tende a crescer por em até dois anos, mas, em seguida, ao longo do tempo melhora muito.

Os queloides, ao contrário tendem a exibir um crescimento contínuo. As cicatrizes hipertróficas são comumente associadas a ferimentos que apresentam atraso de cura: a perda de um tecido, queimaduras com espessura total, etc. Se suas cicatrizes forem hipertróficas, elas vão tenderão a se curarem com o passar do tempo.

Tratamentos da cicatriz hipertrófica

Depois de distinguir a diferença entre as cicatrizes hipertróficas e queloides, o tratamento já pode ser iniciado. Alguns especialistas recomendam folhas de gel de silicone, massageando a cicatriz, ou injeções de uma substância chamada Kenalog.

Em casos extremos de cicatrizes hipertróficas uma revisão da cicatriz pode ser feita seguindo alguns métodos adotados por especialistas para minimizar o efeito provocado por elas na pele dos indivíduos.

Algumas substâncias utilizadas para o tratamento da cicatriz hipertrófica são:

  • Cortisona intralesional,
  • Silicone (ou folhas do líquido)
  • Massagem manual,
  • Laser vascular se a cicatriz não estiver muito grossa, só avermelhada.

Aplique o creme de tratamento da cicatriz em suas cicatrizes hipertróficas. Esses cremes estão disponíveis na maioria das farmácias. Eles geralmente contêm ingredientes naturais, como extrato de cebola que gradualmente reduzem o aparecimento de cicatrizes. Eles trabalham lentamente e você precisa usá-los por pelo menos 12 semanas antes de ver os resultados.

Massageie suas cicatrizes hipertróficas. A massagem aumenta a circulação, permitindo que os nutrientes e o sangue alcance mais facilmente a área cicatrizada. Estes elementos vitais ajudam a acelerar o processo de cicatrização. Além disso, a massagem ajuda a quebrar o tecido cicatricial. Esfregue a área cicatrizada durante pelo menos dois minutos por dia.

Use creme para suas cicatrizes desaparecerem. Cicatrizes hipertróficas são muitas vezes avermelhadas, roxas, ou rosadas. Se você aplicar um creme branqueador regularmente, você pode gradualmente clarear as cicatrizes que se misturam com a pele circundante. Estes cremes estão disponíveis em farmácias e lojas de beleza.

Tente fazer peelings químicos. Os produtos químicos que são aplicados ajudam queimar as camadas superiores da pele. Uma vez que sua pele se recupere da casca que foi formada, ela vai parecer mais jovem e suas cicatrizes menos visíveis. Em geral, várias cascas são necessárias para melhorar realmente as suas cicatrizes hipertróficas.

5737650356 9b02424a1d 300x225 Como tratar cicatriz hipertrófica

Via Flickr

Faça terapia a laser. A luz do laser tem como alvo a pigmentação mais escura e o tecido cicatricial em cicatrizes hipertróficas, efetivamente quebrando-os. A luz também estimula a produção de colágeno, tornando a pele mais firme e suave. A terapia com laser pode remover a maioria das cicatrizes, embora sessões repetidas muitas vezes sejam necessárias.

Use uma cápsula de vitamina E, e esprema o conteúdo sobre suas cicatrizes hipertróficas. A vitamina E é essencial para a saúde da pele em geral e do processo de pele, ajudando significativamente a cura.

Vale lembrar que todos estes tratamentos devem ser realizados com o acompanhamento de um profissional especializado.

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima! Clique aqui para se cadastrar !