Como tratar pedras nos rins


A medicina denomina “Pedras nos Rins” com um problema de saúde decorrente da formação de corpos suspeitos nas localidades próximas ao sistema urinário, o que gera muita dor e se manifesta através da presença de sangue na urina, causando preocupação ao indivíduo e a toda sua família.

As causas e os sintomas desse problema são diversas e precisam ser identificados o quanto antes, facilitando no tratamento, através de consulta médica e utilização de medicamentos específicos.

Saiba mais algumas informações sobre o tema e conheça as formas de identificar e tratar pedra nos rins, que poderá ser um sério problema caso os métodos de tratamento não sejam eficientemente empregados.

357 Como tratar pedras nos rinsMilitaryHealth/Flickr

Pedras nos Rins

Também denominada como “cálculo renal” ou “cálculo urinário”, as pedras nos rins chegam a atingir, atualmente, quase 10% da população brasileira e a maioria das vítimas são homens com idades entre 55 e 70 anos, sendo que a incidência em mulheres é cada vez maior e causa preocupações.

O problema tem origem através da formação de massas, que são comparadas com pedras pela medicina, próximas aos rins, que surgem pela junção de cristais decorrentes da urina. É comum que os pacientes demorem a perceber o problema, pois os sintomas iniciais são de pouca intensidade e se desenvolvem com o tempo.

Uma pessoa com pedras nos rins só reconhecerá o problema através da intensidade dos sintomas, que começam a surgir nas costas e dominam a área abdominal até encontrar com a região inguinal. O tratamento deve ser iniciado o quanto antes e somente com auxílio médico é possível reverter esse quadro.

Sintomas

O principal sintoma de pedras nos rins é o surgimento de dores intensas durante a função urinária, além das fortes cólicas, náuseas e vômitos que o paciente passa a sentir e desenvolver durante o dia.

A observação, por parte do próprio indivíduo, deve estar voltada para esses aspectos, que são os grandes denunciadores da existência de pedras nos rins: dores ao urinar, cólicas e indisposições funcionais durante várias horas, dias ou semanas.

Quando o problema já está bem avançado, é detectada a presença de sangue na urina, sendo esse o fator agravante do problema, determinando que a ajuda médica deverá ser acionada o mais breve possível na contenção dos sintomas e no tratamento das causas da complicação.

160 Como tratar pedras nos rinsAmarand Agasi/Flickr

Como tratar

O diagnóstico é realizado, frequentemente, através de exames raios X no abdômen, porém, existem outras formas de identificar o problema, seja por ultrassonografias, urografias ou exames relacionados às vias urinárias.

Resultados clínicos irão dizer qual a incidência do problema e como as causas podem ser eliminadas da forma mais prática e segura, na garantia da saúde do paciente. É comum a utilização de remédios em conjunto com a hidratação, que faz com que as pedras sejam eliminadas naturalmente junto à urina.

Método caseiro: É recomendada a ingestão de até três litros de água por dia no tratamento caseiro das pedras nos rins. Além dessa dica, a água de coco e o suco de melancia são poderosos agentes contra esse mal que afeta, principalmente, pessoas na fase adulta. Portanto, tome de três em três horas, 250 ml de água, suco de melancia ou água de coco e acompanhe os resultados. Consulte um médico caso os sintomas não desapareçam.

262 Como tratar pedras nos rinsJenn Durfey/Flickr

O tratamento médico é de extrema importância na cura total desse problema de saúde e não pode ser substituído somente por métodos caseiros. Siga corretamente as recomendações dos profissionais de saúde e veja-se livre das pedras nos rins. Boa sorte!

 

(Imagem destaque: e_pics/Flickr)

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima! Clique aqui para se cadastrar !