Como usar Dolomita (mineral)


5609077415_89eb921cae

A dolomita é um mineral que leva esse nome em homenagem ao seu descobridor, um geólogo francês. Dela, na fabricação de complementos alimentares e multi vitaminas são retiradas o magnésio e o cálcio, visto que o mineral é rico dessas substâncias. Não é muito incomum encontrar dolomita em lugares onde existem muitas rochas.

Além do magnésio e do cálcio, encontrado na dolomita, ainda existe grandes concentrações de ferro. Como se pode imaginar é um mineral que pode trazer diversos benefícios a saúde, especialmente a órgãos que necessitam do cálcio e do magnésio para a sustentação. Estamos falando precisamente de ossos e cartilagens.

Benefícios da dolomita

Os principais benefícios da dolomita estão relacionados ao fortalecimento dos ossos e das cartilagens. Porém, além desses, oriundo da grande concentração de cálcio, existem outros benefícios, como prevenção a hemorragia, cicatrizante e, até mesmo para evitar o mau cheiro ocasionado pela transpiração.

A dolomita pode ser usada em pó ou em capsulas, facilmente encontradas em farmácias de manipulação. A dolomita em pó é muito utilizada em casos de inflamação na gengiva, conhecida como gengivite, e muitas outras doenças da boa, especialmente em dentes e gengiva.

4416904606 9086127e08 Como usar Dolomita (mineral)

Via Flickr

As principais são, além das gengivites, a afta e, também se utiliza como medida de prevenção para inflamações como pós extração dentária e, até mesmo para a higienização oral. A capsula tem uma atuação direta na regeneração de tecidos, principalmente na parte óssea e músculos, atuando na prevenção a cãibras, e outros problemas ósseos e de cartilagem. O magnésio colabora com problemas do estômago, como diarreia e intestinais.

Para uso corporal, existe uma variedade de função para a dolomita. Os exemplos mais clássicos de seu uso se relacionam a problemas na pele, como micoses, coceiras, frieiras causadoras de mau cheiro, além de machucados e para efeito calmante e cicatrizante em caso de pós depilação.

Tipos de dolomita e como usar

Comumente, para benefícios da saúde, se conhece a dolomita em pó, como talco, em capsulas e pastosa. Cada um desses tipos devem ser utilizados de uma forma e para problemas específicos.

5669892226 89e7d22944 Como usar Dolomita (mineral)

Via Flickr

Uso em pó

O uso é exatamente como um talco. Despeje a dolomita pelas partes em que pretende se proteger. Nos pés deve-se espalhar em todos os lugares, inclusive por entre os dedos. Antes da aplicação, lave bem os pés e seque-os. Também pode ser espalhado por todo o corpo como se fosse um banho de talco e ainda com maior incidência nas axilas. Pode misturar o talco na água e tomar banho com a mistura. Assim terá uma proteção maior contra males da pele.

Uso em capsulas

Adquirindo as cápsulas na farmácia faça uso diária de uma a duas capsulas ao dia, de acordo com as instruções na embalagem. O ideal é utilizar em média 3 gramas ao dia. Na embalagem deve estar especificado a concentração de dolomita.

Uso em pasta

A pasta é feita basicamente do pó e serve para aumentar a concentração do produto e evitar perdas. Para fazer uma pasta, adicione o dobro de dolomita a quantidade de água. Use-a em casos de inflamação, doenças genitais e hemorroidas. Além disso serve como relaxante, refrescante e cicatrizante.

Além de farmácias, a dolomita pode ser encontrada em casas de produtos naturais.

Boa sorte e sucesso sempre!